sábado, 28 de fevereiro de 2015

CORONELISMO, ENXADA E VOTO POR VICTOR NUNES LEAL


Durante o período carnavalesco conclui a leitura de um dos livros clássicos para entender o Brasil. Entre os encontros de amigos e amigas e na oitiva das marchinhas de Fortaleza, pude me debruçar sobre suas páginas. Trata-se de "Coronelismo, enxada e voto", escrito por Victor Nunes Leal. ressalte-se que tenho como meta ler os referenciais clássicos para servir de base para meu trabalho no mestrado. Já desfilou pela minha leitura Caio Prado Jr (História Econômica do Brasil), Euclides da Cunha (Os Sertões) e Sérgio Buarque de Holanda (Raízes do Brasil). Na fila estão Darcy Ribeiro, Raymundo Faoro, Gilberto Freire, Joaquim Nabuco, Florestan Fernandes, Celso Furtado, Bresser Pereira, Fábio Giambiagi, Roberto da Matta, entre outros. 

Mas voltando a Victor Nunes Leal, trata-se de autor que conseguiu com seu trabalho fazer uma radiografia do exercício de poder pelos chamados coronéis, com relato de sua organização, suas relações e das eleições de sua época. Embora já tenham se passado 67 anos do seu lançamento, é incrível como ainda resulta atualíssimo. Ainda que os métodos de manutenção do poder tenham se alterado, não há como negar como determinadas características de nossos governantes ainda se assemelham ao da época estudada magistralmente pelo autor. Vale a pena ler, reler, além de ter em casa para pesquisas e reflexões.