quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

FELIZ 2010 PARA TODOS NÓS


DISCURSO FIDEL CASTRO - ECO/92


Na histórica Conferência do Meio Ambiente realizada em 1992 na cidade do Rio de Janeiro, Fidel Castro fez um discurso recebido com desdém por muitos chefes de estado. Passados 17 anos, o discurso mostra-se profético e visionário.
Interessante é que com o atraso da solenidade, foi solicitado aos chefes de estado, discursos rápidos para não comprometer a cerimônia. Fidel, conhecido pelos intermináveis discursos, atendendo ao apelo fez um curto discurso, que se tornou esta obra prima da oratória e de alusão ao meio ambiente. Li este discurso no jornal OPOVO em 1992 e achei-o sensacional. Já fazia tempos que procurava encontrá-lo.

Sr. Presidente do Brasil, Fernando Collor de Mello; Sr. Secretário Geral das Nações Unidas, Butros Ghali;
Excelências:

Uma importante espécie biológica está em perigo de desaparecer devido à rápida e progressiva liquidação de suas condições naturais de vida: o homem.

Agora estamos cientes deste problema, quando quase é tarde para impedi-lo.

É preciso salientar que as sociedades de consumo são as principais responsáveis pela atroz destruição do meio ambiente. Elas nasceram das antigas metrópoles coloniais e de políticas imperiais que, pela sua vez, engendraram o atraso e a pobreza que hoje açoitam a imensa maioria da humanidade. Com apenas 20 % da população mundial, elas consomem as duas terceiras partes dos metais e as três quartas partes da energia que é produzida no mundo. Envenenaram mares e rios, contaminaram o ar, enfraqueceram e perfuraram a camada de ozônio, saturaram a atmosfera de gases que alteram as condições climáticas com efeitos catastróficos que já começamos a padecer.

As florestas desaparecem, os desertos estendem-se, bilhões de toneladas de terra fértil vão parar ao mar cada ano. Numerosas espécies se extinguem. A pressão populacional e a pobreza conduzem a esforços desesperados para ainda sobreviver à custa da natureza. É impossível culpar disto os países do Terceiro Mundo, colônias ontem, nações exploradas e saqueadas hoje, por uma ordem econômica mundial injusta.

A solução não pode ser impedir o desenvolvimento aos que mais o necessitam. O real é que todo o que contribua atualmente para o subdesenvolvimento e a pobreza constitui uma violação flagrante da ecologia. Dezenas de milhões de homens, mulheres e crianças morrem todos os anos no Terceiro Mundo a conseqüência disto, mais do que em cada uma das duas guerras mundiais. O intercâmbio desigual, o protecionismo e a dívida externa agridem a ecologia e propiciam a destruição do meio ambiente.

Se quisermos salvar a humanidade dessa autodestruição, teremos que fazer uma melhor distribuição das riquezas e das tecnologias disponíveis no planeta. Menos luxo e menos esbanjamento nuns poucos países para que haja menos pobreza e menos fome em grande parte da Terra. Não mais transferências ao Terceiro Mundo de estilos de vida e de hábitos de consumo que arruínam o meio ambiente. Faça-se mais racional a vida humana. Aplique-se uma ordem econômica internacional justa. Utilize-se toda a ciência necessária para um desenvolvimento sustentável sem contaminação. Pague-se a dívida ecológica e não a dívida externa. Desapareça a fome e não o homem.

Quando as supostas ameaças do comunismo têm desaparecido e já não há pretextos para guerras frias, corridas armamentistas e gastos militares, o que é o que impede dedicar de imediato esses recursos na promoção do desenvolvimento do Terceiro Mundo e combater a ameaça de destruição ecológica do planeta?

Cessem os egoísmos, cessem as hegemonias, cessem a insensibilidade, a irresponsabilidade e o engano. Amanhã será tarde de mais para fazer aquilo que devimos ter feito há muito tempo.

Obrigado.

Fonte: http://www.cuba.cu/gobierno/discursos/1992/por/f120692p.html

JESUS por HUMBERTO DE CAMPOS


Um belo texto para nossa reflexão de final de ano.

JESUS

A casa de José, o carpinteiro, em Nazaré, ficava à margem do caminho que leva a Tiberíades. Pequena e humilde, mais humilde parecia, ainda, pela ancianidade, e por não ser possível ao dono reconstruí-la. Edificada por Jacó, primogênito de Matran, tornara-se, por morte deste, propriedade do esposo de Maria, filha de Ana, da casa de Davi. E como o carpinteiro já se encontrasse velho e alquebrado de forças, ia deixando que o casebre se desmoronasse, açoitado pelos grandes ventos que sopravam no verão, das bandas do golfo de Caifa, e no inverno, da alta cordilheira que orna o país de Sichen. Sem cercas que a defendessem, era a casa rodeada de limoeiros, que embalsamavam o ar, e que a afogavam, com as suas frondes de um verde escuro, como punhados de manjericão em torno de uma rosa fanada.

Era à sombra de um desses limoeiros que José trabalhava, quando fazia bom tempo, manejando, trêmulo, o seu serrote e a plaina primitiva. E era sob a copa de todos os outros que brincavam, a manhã toda, e a tarde inteira, as crianças das casas vizinhas. Atraídas para ali pela frescura do local, vinham elas, isoladamente, ou duas a duas, ou três a três, com o seu perfil judaico, os olhos muito vivos e chegados um ao outro, para as correrias habituais. Trazia-as, muitas vezes, João, filho de Zacarias, antigo sacerdote do Templo, em Jerusalém. O senhor, entre elas, da casa e dos limoeiros, era, porém, Jesus, filho do carpinteiro, mais moço do que João quase um ano, e que era ainda seu parente, pois que Maria, esposa de José, e Isabel, esposa do velho sacerdote, eram primas e, apesar da diferença de idade, amigas e confidentes.

As duas famílias, a de Zacarias como a do carpinteiro, traziam no espírito, constantemente, duas preocupações. Segundo a palavra dos Profetas, o povo de Israel teria de cair sob o jugo do estrangeiro, do qual o livraria, no entanto, um grande Rei, que viria disfarçadamente à terra, com o sangue de Davi. A primeira parte das profecias estava cumprida. Os sucessores dos Macabeus haviam ateado a guerra civil na Judéia, e invocado, em certo o auxílio dos romanos, que tinham escolhido entre eles um rei, de nome Herodes, o qual reinava em Jerusalém. E a outra, a mais grave e difícil, parecia, agora, em via de realização.

Efetivamente, nove anos antes, achando-se Zacarias sozinho no Templo, em Jerusalém, incensando o altar, ouvira um ruído, que lhe parecera o de um grande pássaro em vôo. Volvera, lento, o rosto, e estacara, surpreso. Diante dele, vestido de uma túnica diáfana, e que parecia feita com o fumo do turíbulo, estava um mancebo de fisionomia resplandecente, de cujas espáduas saíam grandes asas, e que lhe dissera, em palavras sem mistérios, que sua esposa, Isabel, lhe daria, dentro de alguns meses, um filho varão. Dissera isto, e desaparecera.

Suspeitando dos próprios olhos e dos próprios ouvidos, duvidava o sacerdote do próprio entendimento. Se a esposa, na mocidade, não lhe dera um filho, como lho daria, agora, quando os dois, ele e ela, já se sentiam velhos? Que fazer, pois, naquela emergência? Narrar o sucedido? Contar à mulher, e aos íntimos, a ocorrência do Templo? Melhor seria, talvez, não pecar pela palavra, quem já pecava, incrédulo, pelo pensamento. E desse dia em diante, aguardando os acontecimentos de cada hora, os seus lábios se selaram para o mundo, enquanto a sua alma se descerrava, inteira, para os olhos de Deus.
Semanas depois, o mesmo Enviado aparecia, belo e fulgurante, na casa do carpinteiro, em Nazaré. Levava àquele outro lar uma notícia idêntica. Maria, esposa de José, seria mãe, e o seu filho, neto de Reis, seria o Rei da Judéia.
 
De acordo com o anunciado, Isabel tivera, em verdade, um filho, que tomou o nome de João. E Maria concebera outro, que era, agora, essa triste criança, de seis anos, sob cujos olhos, de uma estranha doçura, as outras vinham, de longe, brincar à sombra cheirosa dos limoeiros.
Desde o nascimento do menino, em Belém, quando iam àquela cidade para serem recenseados por ordem de Augusto, o carpinteiro e a esposa se haviam convencido dos altos destinos do filho. Daquele infante dependia, desde aquela hora, a sorte do Povo de Deus. Daí os cuidados de que 0 rodeavam, a cautela com que o vigiavam dia e noite, o susto com que acompanhavam as suas menores enfermidades. Naquele pequenito moreno, de olhos claros e fisionomia meiga, estava, não apenas o filho único, mas o Rei; não unicamente o rebento miraculoso de um casal que ia desaparecendo sem prole, mas o Salvador de uma raça, prometido pelas profecias do fundo remoto dos séculos.

Jesus havia nascido, entretanto, tão alegre como os outros meninos de Nazaré. Ao se lhe enrijar o pequeno corpo, de linhas modelares e puras, procurara correr, como os outros, e, como os outros, subir às árvores, roubar o ninho aos pássaros, ou banhar-se no lago, quando a família ia a Genezaré ou a Tiberíades. Mal, porém, tentava uma dessas distrações infantis, a mãe acorria aflita, ou acorria o pai, preocupado, detendo-lhe o gesto ou o desejo. E essa diferença de tratamento acordava-lhe dúvidas no espírito e no coração. Por que, sendo o mundo tão vasto, e a vida tão boa, só lhe não cabia, a ele, a alegria de ser livre como as crianças? Aquelas ondas cariciosas do lago, e aqueles ninhos de rouxinol dos olivais, teriam sido feitos unicamente para Mateus, filho de Marta, para Barnabé, filho de Manassés, para Eleazer, filho de Josué, ou, mesmo, para João, seu primo, tão violento que só procurava brinquedos de guerra, em que sempre saía vencedor? Por que, ainda, a curiosidade de toda a gente, em torno da sua pessoa: 0 sorriso de zombaria de uns, ao apontá-lo de passagem, e o respeito comovido de outros, alguns dos quais chegavam, até, a ajoelhar na poeira dos caminhos para beijar-lhe, chorando, a fímbria grosseira da túnica?

Sob os limoeiros copados, cujas ramas, aqui e ali, roçavam o chão, as crianças brincavam, correndo em algazarra, simulando combates de judeus e romanos. Por cima das ramagens, o céu era todo azul e ouro, e uma brisa fresca soprava, como uma carícia, das bandas do lago. Balouçado por ela, o limoal escrevia em hebraico, aqui e ali, no solo pedregoso, com letras de luz abertas na sombra, pequenos poemas misteriosos. Tudo era, em torno, festivo e jovial. As próprias aves, tontas de luz, cantavam mais alto.


Sentado junto ao muro limoso de um poço, Jesus, ele só, estava triste.

— Pai — havia pedido, momentos antes, ao carpinteiro —, deixa-me brincar com os outros!

— Não, meu filho; não podes, — respondera, paternal, o ancião, passando a mão trêmula e rude pelos seus cabelos castanhos. — E se caísses, em uma dessas correrias, que seria de nós, e do teu Povo?

Aquelas palavras eram, para ele, um mistério. Que significavam elas? Que Povo era esse, que era seu, e que ele não conhecia?

Os seus olhos, doces, e mansos, encheram-se de sombra. Uma lágrima correu, lenta e límpida, parando aqui e ali, pela sua face morena, vindo deter-se ao canto da boca miúda, pondo, nela, um desagradável gosto de sal.

Jesus de Nazaré começava a sofrer, nesse dia, a tristeza de ter nascido Deus...

ANO DE 2009 REPLETO DE NOVAS AMIZADES



Este ano foi repleto de desafios, superações e novas amizades. Um bom momento foi encontrar a turma do MASTER.  Pessoas diferentes mas que se aproximaram na busca de um ideal. Gostos diversificados que acabaram produzindo uma bela amizade. Feliz 2010 para toda a turma. Que 2010 seja o ano de encontro de nossos objetivos.

FLAMENGO: ANO MÁGICO EM 2009

Em um ano maravilhoso para a imensa nação rubronegra, homenageio aqui dois mestres que vestiram nossa camisa, com as palavras do Juca Kfouri.


55 mil pagantes nas arquibancadas do Maracanã.


5 a 5 no placar.
Com três gols de Zico e dois de Romário.
Quem os viu no auge, sabe bem o que viu.
Quem não os viu, ao vê-los agora pode fazer uma idéia.
E que idéia!
Com acento mesmo, como nos tempos deles.

Para que todos se levantem e os aplaudam em pé.

MISSÃO CUMPRIDA OU NÃO ?


Dom Távora era o conservador arcebispo de Aracaju quando redigiu uma carta atacando a candidatura de Luís Garcia (UDN) ao governo de Sergipe, em 1958, por ser ele apoiado por comunistas, e ordenou que o texto fosse lido durante as missas.
Mas desconfiou que Filadelfo, pároco de Laranjeiras ligado à UDN, não o obedeceria. Mandou um espião à sua missa. Ao retornar da missão, o homenzinho contou:
- Ler, ele leu. Mas houve um problema: traduziu tudo para o latim...

Fonte: claudiohumberto.com.br

MENSAGEM FINAL DE ANO


SABEDORIA por ALEXANDRE, O GRANDE


OS TRÊS ÚLTIMOS DESEJOS DE ALEXANDRE, O GRANDE


Quando à beira da morte, Alexandre convocou os seus generais e relatou seus três últimos desejos:

1 - que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;
2 - que fossem espalhados no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistados (prata, ouro, pedras preciosas...);
3 - que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos.

Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a Alexandre quais as razões.
Alexandre explicou:

1 - Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;
2 - Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;
3 - Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos.

Fonte: Professor Nogueira - UNIFOR

BLOGS, TROJANS E OUTROS MAIS



Esta semana fiquei praticamente sem acessar a internet devido a uma quantidade de vírus que adentram em meu computador e me deixaram impossibilitado de acessar o mundo virtual.  Retornei a postar neste último dia do ano com todo o gás de quando iniciei a atividade de bogueiro.

Este é um espaço que nos permite expressar nossas opiniões, nossas idéias, nossas indignações. É uma possibilidade de interagir com o que acontece no mundo. Interessante que usuários de quase 50 países estiveram presentes pelas páginas deste blog. Reencontrei amigos e amigas que há tempos não tinha notícia através dele. O blog do Cristiano Goes teve matérias que bombaram e que até hoje recebem visitas.

Este mundo virtual tem propiciado uma mudança de costumes. Tem transformado o mundo em uma verdadeira aldeia global. E 2010 esta chegando com mais transformações. Continuarei tentando postar diariamente,  colocando minhas opiniões para o debate. Espero que possamos estar juntos discutindo e idealizando um mundo melhor neste ano vindouro.

PRESIDENTE LULA E O ANO QUE PASSOU


Sem dúvida, este ano de 2.009 chega ao fim mostrando o Presidente Lula(foto ao lado do presidente americano) em um dos seus melhores patamares desde que assumiu o poder em 2003. São poucos os líderes que após governarem dois mandatos seguidos e conseguem chegar próximo de seu final com popularidade tão alta.

A descoberta do pré-sal, a melhoria dos indicadores sociais, a implantação de novas universidades e IFETs (antigos CEFETs), a vitória na disputa para sediar a Olimpíada, a política externa ousada que levou nosso país a exportar como nunca na história desse país; tudo isto tem garantido o êxito de sua gestão.
Destaca-se também que somente no seu governo e no do Presidente Vargas, tivemos uma dívida externa tão ínfima.

Não é a toa os prêmios que vem recebendo. Sua capacidade de diálogo, de liderar os países emergentes, tem mostrado a importância de seu papel para a construção de um mundo mais harmônico e igualitário.
A possibilidade de fazer o sucessor torna-se cada vez mais próxima. Os adversários políticos sabem disso. Como pode-se combater um governo se não pode criticá-lo, tal a aprovação popular?

Interessante é que mesmo com as críticas contumazes dos meios de comunicação, a aceitação não baixa. O Presidente Lula tem um diferencial, fala direto com a população em uma linguagem que o povo compreende. Pode o JN distorcer da pior forma possível suas realizações que ele dá um jeito de conversar direto com o povo e corrigir a compreensão popular.

Há desafios urgentes: o avanço do consumo da droga em nosso país exige uma atenção especial das autoridades; a educação precisa melhorar a qualidade que chega aos nossos alunos; nossa saúde ainda precisa muito melhorar e a segurança também.

Mesmo com essas dificuldades, não há como negar os avanços. Em qualquer debate, seja em mesa de bar, ou no ambiente acadêmico, quando se apresentam os indicadores, os números, as estatísticas; fica difícil não aceitar que nosso país tem subido diversos degraus. E deve isso a alguém que veio lá de baixo. Não dá para negar isto. E a história muito provavelmente confirmará o que falo.

FÉRIAS NO CEARÁ - PROGRAMAÇÃO - SHOWS GRATUITOS


Nossa cidade ficou novamente de fora do cronogama de shows do "FÉRIAS NO CEARÁ". É bem verdade que praticamente inexiste elo de ligação entre as atuais autoridades constituídas e o Governo do Estado. Aliás, há um clima de adversidade. De qualquer jeito, a programação é excelente. Contempla algumas das bandas das quais sou fã incondicional. Terei que visitar a vizinha Quixeramobim para curtir J.Quest e provavelmente até ir a Sobral visitar meu amigo Vicente e meu afilhado Stanislaw para apreciar o show do Skank(foto). Dependendo da agenda poderei curtir as demais programações no Parque do Cocó, que tem recebeu grande público quando da temporada de férias passada.
Para quem puder conferir segue aí a programação. Ressalte-se que na abertura dos grandes shows, há a participação de bandas cearenses. Destaco a banda "O Verbo", que é muito legal sua performance.

07/01/10 Itapipoca - Jota Quest (Show de Abertura - Locomotiva)
08/01/10 Quixeramobim - Jota Quest (Show de Abertura – Retroativa)
09/01/10 Fortaleza - Jota Quest (Show de Abertura – Soul Pop)
10/01/10 Juazeiro do Norte - Jota Quest (Show de Abertura – Doppin)

14/01/10 Crateús - Nando Reis (Show de Abertura – Concreto e Asfalto)
15/01/10 Guaramiranga - Nando Reis (Show de Abertura – Serrão)
16/01/10 Fortaleza - Nando Reis (Show de Abertura – O Verbo)
17/01/10 Crato - Nando Reis (Show de Abertura – Soul Pop)

21/01/10 Iguatu - NX Zero (Show de Abertura – Red Steel)
22/01/10 Sobral - Skank (Show de Abertura – O Verbo)
23/01/10 Fortaleza - Skank  (Show de Abertura – Doppin)
24/01/10 Cascavel - Skank (Show de Abertura – Diorama)
28/01/10 Tauá - Lulu Santos (Show de Abertura – Igualdade)
29/01/10 Aracati - Lulu Santos (Show de Abertura – Zona Azul)
30/01/10 Fortaleza - Lulu Santos (Show de Abertura – Edu Portela)
31/01/10 Camocim - Lulu Santos (Show de Abertura – Groovytown)

04/02/10 Barbalha - Biquíni Cavadão (Show de Abertura – Retroativa)
05/02/10 São Benedito - Biquíni Cavadão (Show de Abertura – Groovytown)
06/02/10 Fortaleza - Biquíni Cavadão (Show de Abertura – Groovytown)
07/02/10 Limoeiro do Norte - Biquíni Cavadão (Show de Abertura – Soul Pop)

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL, FELIZ 2010



DESEJO A TODOS QUE FREQUENTARAM ESTE BLOG, UM NATAL REPLETO DE MUITA LUZ, PAZ, FELICIDADE E AMOR AO PRÓXIMO.

uma mensagem para reflexão...


Invente seu Natal!
Faça algo diferente!
Faça o melhor que puder
Com aquilo que tiver!
Enfeite-se, alegre-se.
Se não tem dinheiro,
Encha seu coração de amor!
Seja a própria árvore
Com bolinhas coloridas
E muito riso!
O calor que emana do seu abraço
Dinheiro nenhum no mundo
Poderia comprar.
Dê um abraço, um sorriso,
Um te gosto, um te amo...
...Seja você o presente!

FELIZ NATAL, FELIZ 2010.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

REFLEXÃO DE FIM DE ANO



"E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não julgo, porque; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia."

João 12:47,48

CONFRATERNIZAÇÃO MASTER CONCURSOS



Ontem reunimos a turma e fizemos uma bela confraternização. Todos relataram a alegria de ter feito novos amigos e amigas, de terem caminhado bastante em busca de seus objetivos em 2009. A renovação da luta para 2010 foi motivo de muitas declarações. Sem dúvida, a amizade construída nestes meses nos dá forças para continuar a lenta e árdua batalha de alcançar nossos sonhos. Foi muito importante a solidariedade de cada um da turma, seja na troca de material, seja na palavra amiga nos momentos difíceis. Quero desejar a todos os companheiros do Master um Feliz Natal e um 2010 profícuo no alcance de nossas metas. E vamos torcer que o Carlos Manoel passe e seja nosso representante na RF, mostrando que estamos no caminho certo. Coloquei esta frase do William Douglas para mostrar a necessidade de nossa persistência para a caminhada.

SOLENIDADE CÂMARA MUNICIPAL DE QUIXADÁ


A convite do Presidente da Assembléia Legislativa do Ceará Domingos Filho(na foto com Ciro, eu e Domingos Neto.), acompanhei-o em visita a nossa cidade de Quixadá. Ele foi homenageado pela Câmara Municipal com a Medalha Américo Barreira. O propositor da homenagem foi o vereador Aldênio Moraes. Foi um bom momento para rever muitas amigas e amigos que já há algum tempo não via. Foram muitos abraços e cumprimentos.
A solenidade foi bastante prestigiada com muitas autoridades presentes. Dentre os  demais homenageados estava Aziz Okka Baquit (in memoriam), Agenor Magalhães, Fernando Alves, Dr. Mesquita, Rosa da Fonseca, Dr. Everardo, Dr. Fernando, Maria Luiza Fontenele, entre muitos outros.
Queria parabenizar a atual gestão da Câmara Municipal pela valorização do espaço legislativo. Ressalto que para propiciar uma solenidade menos longa, talvez na próxima solenidade, não deixar acumular tantas entregas de comendas e fazer uma solenidade mais sucinta. Mas isso é apenas um detalhe pois o evento foi excelente.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

O BISPO ESTÁ LÁ FORA



Encontrei o amigo Agenor Magalhães em solenidade realizada na Câmara Municipal de Quixadá. Vereador e chefe de gabinete por décadas, Agenor é um eterno contador de "causos" do mundo político. Lembrei de um fato que aconteceu com ele alguns anos atrás.

Depois de uma noite de bebidas e conversas políticas no restaurante do Abelardo, Agenor dormiu até mais tarde. Foi surpreendido ao ser chamado pela empregada que lhe dizia:
- Seu Agenor, tem um homem lá fora querendo falar com senhor. É o Bispo.
Agenor de repende se pôs de pé. E disse:
- Meu Deus, o que esse homem tá fazendo aqui. Menina, ajeita a casa que o Bispo vai entrar.
Todos na casa, correram para ajeitar cadeiras, preparar suco, etc. Afinal, era uma das maiores autoridades da região. Agenor se vestiu rapidamente e foi receber o Bispo. Na época, o Bispo em Quixadá tratava-se de Dom Rufino.
Para sua surpresa, ao dizer, "Bom dia Dom Rufino", recebeu uma resposta de uma voz meio tímida:
- Não é o Dom Rufino não, seu Agenor. É o Raimundo Bispo, fotógrafo, que veio cobrar umas fotografias.
Foi uma gargalhada geral na casa.

MEU SONHO por CECÍLIA MEIRELES



MEU SONHO

Cecília Meireles

Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...
Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.
Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar?
Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
e que vens, se o tempo voltar.

E A PROPOSTA DE MAIORIDADE PENAL


DUAS VISÕES DE MUNDO SE CONFRONTAM EM COPENHAGUE por LEONARDO BOFF


O teólogo Leonardo Boff nos brindou com este artigo que analisa os fracassos das negociações em Copenhague. Em um momento decisivo para as negociações, o discurso do Presidente Obama decepcionou. Segue abaixo o texto para compreendermos melhor o momento atual.


Em Copenhague nas discussões sobre as taxas de redução dos gases produtores de mudanças climáticas, duas visões de mundo se confrontam: a da maioria dos que estão fora da Assembléia, vindo de todas as partes do mundo e a dos poucos que estão dentro dela, representando os 192 estados. Estas visões diferentes são prenhes de conseqüências, significando, no seu termo, a garantia ou a destruição de um futuro comum.


Os que estão dentro, fundamentalmente, reafirmam o sistema atual de produção e de consumo mesmo sabendo que implica sacrificação da natureza e criação de desigualdades sociais. Crêem que com algumas regulações e controles a máquina pode continuar produzindo crescimento material e ganhos como ocorria antes da crise.

Mas importa denunciar que exatamente este sistema se constitui no principal causador do aquecimento global emitindo 40 bilhões de toneladas anuais de gases poluentes. Tanto o aquecimento global quanto as perturbações da natureza e a injustiça social mundial são tidas como externalidades, vale dizer, realidades não intencionadas e que por isso não entram na contabilidade geral dos estados e das empresas. Finalmente o que conta mesmo é o lucro e um PIB positivo.

Ocorre que estas externalidades se tornaram tão ameaçadoras que estão desestabilizando o sistema-Terra, mostrando a falência do modelo econômico neoliberal e expondo em grave risco o futuro da espécie humana.

Não passa pela cabeça dos representantes dos povos que a alternativa é a troca de modo de produção que implica uma relação de sinergia com a natureza. Reduzir apenas as emissões de carbono mas mantendo a mesma vontade de pilhagem dos recursos é como se colocássemos um pé no pescoço de alguém e lhe dissésemos: quero sua liberdade mas à condição de continuar com o meu pé em seu pescoço.

Precisamos impugnar a filosofia subjacente a esta cosmovisão. Ela desconhece os limites da Terra, afirma que o ser humano é essencialmente egoista e que por isso não pode ser mudado e que pode dispor da natureza como quiser, que a competição é natural e que pela seleção natural os fracos são engolidos pelos mais fortes e que o mercado é o regulador de toda a vida econômica e social.

Em contraposição reafirmamos que o ser humano é essencialmente cooperativo porque é um ser social. Mas faz-se egoísta quando rompe com sua própria essência. Dando centralidade ao egoísmo, como o faz o sistema do capital, torna impossível uma sociedade de rosto humano. Um fato recente o mostra: em 50 anos os pobres receberam de ajuda dois trilhões de dólares enquanto os bancos em um ano receberam 18 trilhões. Não é a competição que constitui a dinâmica central do universo e da vida mas a cooperação de todos com todos. Depois que se descobriram os genes, as bactérias e os vírus, como principais fatores da evolução, não se pode mais sustentar a seleção natural como se fazia antes. Esta serviu de base para o darwinismo social. O mercado entregue à sua lógica interna, opõe todos contra todos e assim dilacera o tecido social. Postulamos uma sociedade com mercado mas não de mercado.

A outra visão dos representantes da sociedade civil mundial sustenta: a situação da Terra e da humanidade é tão grave que somente o princípio de cooperação e uma nova relação de sinergia e de respeito para com a natureza nos poderão salvar. Sem isso vamos para o abismo que cavamos.

Essa cooperação não é uma virtude qualquer. É aquela que outrora nos permitiu deixar para trás o mundo animal e inaugurar o mundo humano. Somos essencialmente seres cooperativos e solidários sem o que nos entredevoramos. Por isso a economia deve dar lugar à ecologia. Ou fazemos esta virada ou Gaia poderá continuar sem nós.

A forma mais imediata de nos salvar é voltar à ética do cuidado, buscando o trabalho sem exploração, a produção sem contaminação, a competência sem arrogância e a solidariedade a partir dos mais fracos. Este é o grande salto que se impõe neste momento. A partir dele Terra e Humanidade podem entrar num acordo que salvará a ambos

Leonardo Boff é teólogo e escritor

Fonte: cartamaior.com.br

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

PREFEITURA DE QUIXADA RECUA E MANTÉM ISENÇÃO DE VIÚVAS



Depois de denunciado aqui neste blog e na Rádio Monólitos, do propósito da Prefeitura de Quixadá de excluir a isenção do IPTU das viúvas, a prefeitura sob o fogo cerrado da população, recuou da iniciativa. Prevaleceu o bom senso, de quebra foi excluída também a proposta de criação da taxa de coleta do lixo. Quanto ao aumento do ISS vai ser realizado proporcionalmente, ao longo dos próximos anos.
Interessante que uma das justificativas apresentadas era de que aconteceu erro de digitação e que depois seriam sanadas as falhas por decreto do executivo. Ressalte-se que isenção, anistia, remissão só podem ser feitas por Lei e não por decreto. Isto está previsto na CF/88 e no CTN.
Imagino como deve estar meu amigo Hernando Queiroz tendo que apagar tantos incêndios nesta Prefeitura. Se não fosse ele na Secretaria de Finanças, muito provavelmente o desastre administrativo ainda estaria maior.
De qualquer forma os contribuintes quixadaenses escaparam dessa arapuca que estava sendo montada. Parabéns a Câmara Municipal por atender à pressão das ruas.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

PREFEITURA DE QUIXADÁ DECLARA CAÇA ÀS VIÚVAS



Realmente as loucuras do gestor de Quixadá continuam. Não se espelhando no que o Presidente Lula e o Governador Cid estão fazendo,que é baixar as alíquotas de impostos, ele está aumentando em valores reais os impostos da população. Exclue também todas as possibilidades de isenção, inclusive a das viúvas quixadaenses. Ressalte-se que esta isenção restringe-se às viúvas proprietárias de um único imóvel e que anualmente venham solicitar o respectivo benefício. Entretanto, na proposta apresentada na Câmara Municipal, a isenção é extinta. Olhe que este benefício vem de décadas, acho que desde a criação do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Nenhum prefeito até hoje, teve a coragem de acabar com este benefício. Entretanto, o atual está tomando esta decisão, talvez só para ele acertada. Não seria melhor cortar outras despesas inúteis ? Extinguir algumas secretarias, por exemplo, que não disseram para que existem ?


Outra novidade é a criação da TAXA DA COLETA DO LIXO, que poderá a ser cobrada, conforme o respectivo projeto. A taxa que foi motivo de tanta crítica por parte do PT em Fortaleza, na época do Dr. Juraci, ressuscita com força máxima em nossa cidade. E tem mais aumento de imposto do ISS com alteração das atuais alíquotas cobradas.


A crise financeira por que passa a prefeitura de Quixadá é fruto da incompetência e falta de interesse público. A solução não é aumento dos impostos. O problema é de gestão. O prefeito não recebe as associações e entidades de classe, não dialoga com a sociedade. Não acompanha os projetos e muito menos as poucas obras. Até para os secretários municipais conversarem sobre algum assunto de interesse do município, a situação é complicada. Desse jeito, a situação tende a piorar em nossa Quixadá. E aja prêmio de melhor prefeito para receber. Triste.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

DEFESA MONOGRAFIA "EQUIDADE DE GÊNERO E O PAPEL DOS ENTES DA FEDERAÇÃO"


Ontem apresentei a monografia "Equidade de Gênero e o papel dos entes da federação". A banca foi formada pelos Drs. Humberto Cunha, Filomeno de Moraes e Laécio Noronha(foto). Fiz a exposição mostrando a trajetória de lutas das mulheres pela igualdade de direitos ao longo da história mundial e brasileira. Expus a importância da nossa Carta Magna e do seu caráter progressista. Analisei aspectos da Constituição Estadual, leis federais e especialmente a Lei de equidade de Quixadá. Os professores fizeram diversas considerações e aprovaram a monografia com nota máxima: 10. Depois foi hora de tomar uma cervejinha e comemorar. Resta agora a colação dia 29/12. E ai novos desafios: OAB e monografia da especialização. Mas, isso só depois de comemorar bem, principalmente ao som do Chiclete no dia 30/12. Afinal foi ano de muito esforço e tem-se que recarregar as baterias para 2010. Um abraço a todos os que colaboraram para este dia da formatura chegar.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

CONCURSO RECEITA FEDERAL - UMA MARATONA FÍSICA E MENTAL


Neste final de semana me submeti ao concurso para auditor da Receita Federal, sem dúvida um dos concursos mais difíceis do nosso país. São 20 matérias entre as quais Raciocínio lógico, matemática financeira, estatística, economia, comércio exterior, espanhol, auditoria, contabilidade avançada, sete disciplinas de direito, e outras mais. Foram 190 questões divididas em dois dias de prova. O concurseiro sai dessas provas com as costas doídas pelo esforço físico e a pressão. Acabei de conferir o gabarito e tive um desempenho bom nas matérias de direito, administração, espanhol e português. Não consegui atingir o perfil apenas em Comércio Exterior, acabei caindo em algumas pegadinhas. Como alguns colegas também cairam e estão meio chateados, vale ressaltar que todos nós avançamos no desempenho estes últimos meses. Se não deu nesse concurso é porque ainda temos caminho a percorrer. É importante não desistir e continuar os estudos. Com certeza, os resultados virão. É apenas uma questão de tempo pois estamos em uma fila e não podemos sair dela senão outros passam à frente. Afinal segundo o mestre William Douglas: "Concurso não se faz para passar, mas até passar".

LULA SOB O OLHAR DO PRIMEIRO MINISTRO ESPANHOL: JOSÉ LUIZ ZAPATERO


Achei interessante este artigo que o primeiro ministro espanhol fala sobre o Presidente Lula(foto em Quixadá). Uma avaliação a meu ver corretíssima. Segue abaixo:


Tradução de Eduardo Guimarães


É um homem cabal e tenaz, pelo qual sinto uma profunda admiração. Conheci-o em setembro de 2004 por ocasião da incorporação da Espanha na aliança contra a fome que ele liderava em uma reunião de cúpula organizada pelas Nações Unidas em Nova Iorque. Não poderia ter sido em uma ocasião melhor.

Luiz Inácio Lula da Silva é o sétimo de oito filhos de um casal de lavradores analfabetos que viveram a fome e a miséria na zona mais pobre do Estado Nordestino brasileiro de Pernambuco.

Teve que intercalar seus estudos com o desempenho dos mais variados trabalhos e se viu obrigado a deixar a escola com apenas 14 anos para trabalhar em uma metalúrgica que se dedicava à produção de parafusos. Em 1968, em plena ditadura militar, deu um passo que marcou sua vida: filiou-se ao sindicato dos metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema.

Da mão deste homem, seguindo o atalho aberto por seu predecessor na Presidência Fernando Henrique Cardoso, o Brasil, em apenas 16 anos, deixou de ser o país do futuro que nunca chegava para se converter em uma formidável realidade com um brilhante porvir e uma projeção global e regional cada vez mais relevante. Por fim, o mundo se deu conta de que o Brasil é muito mais do que Carnaval, futebol e praias. É um dos países emergentes que conta com uma democracia consolidada e está sendo chamado a desempenhar, nas décadas seguintes, uma crescente liderança política e econômica no mundo, tal como já vem fazendo na América Latina com notável acerto.

Lula tem o imenso mérito de ter unido a sociedade brasileira em torno de uma reforma tão ambiciosa quanto tranqüila. Está sabendo, sobretudo, afrontar, com determinação e eficácia, os reptos da desigualdade, da pobreza e da violência que tanto macularam a história recente do país. Como conseqüência disso, sua liderança goza hoje no Brasil de respaldo e apreço majoritários, porém ainda mais importante é a irreversível aceitação social de que todos os brasileiros têm direito à dignidade e à auto-estima por meio do trabalho, da educação e da saúde.

Superando adversidades de toda ordem, Lula percorreu com êxito esse longo e difícil caminho que vai do interesse particular, em defesa dos direitos sindicais dos trabalhadores, ao interesse geral do país mais povoado do continente sul-americano. Sem deixar de ser Lula, nessa longa marcha conseguiu, ademais, dar esperanças a muitos milhões de seus concidadãos, em especial àqueles mais humilhados e ofendidos pelo açoite secular da miséria, proporcionando-lhes os meios materiais para começar a escapar das seqüelas daquele círculo vicioso.

Ao mesmo tempo, nos sete anos de sua Presidência o Brasil ganhou a confiança dos mercados financeiros internacionais, os quais valorizam a solvência de sua gestão, sua capacidade crescente de atrair investimentos diretos como os efetuados por várias companhias espanholas, e o rigor com que geriu as contas públicas. O resultado é uma economia que cresce a um ritmo anual de 5%, que resistiu aos embates da recessão mundial e está saindo mais forte da crise.

Depois de se converter no presidente que chegou ao cargo com o maior respaldo eleitoral, em sua quarta tentativa de se eleger, Lula manifestou ser inaceitável uma ordem econômica em que poucos podiam comer cinco vezes ao dia e na qual muitos ficavam sem saber se conseguiriam comer ao menos uma. E concluiu: “Se ao final do meu mandato todos os brasileiros puderem desjejuar, almoçar e jantar todos os dias, então terei realizado a missão de minha vida.

Nessa tentativa continua, esse homem honesto, íntegro, voluntarioso e admirável converteu-se em uma referência inegável para a esquerda do continente americano ao sul do Rio Grande. Tem uma visão do socialismo democrático focalizada na inclusão social e na justiça do meio ambiente para tornar possível uma sociedade mais justa, decente, fraterna e solidária.

Logo o Brasil ocupará um lugar no Conselho de Segurança das Nações Unidas, está a ponto de se converter em uma potência energética e em 2014 sediará a Copa do Mundo. Quando nos vimos em Copenhague, Lula chorava de felicidade, como uma criança grande, porque a cidade do Rio de Janeiro acabara de ser eleita para organizar os Jogos Olímpicos de 2016. A euforia que o inundava não o impediu de ter a dignidade necessária para vir me consolar porque Madrid não tinha sido eleita e para nos fundirmos em um abraço.

A mim não estranha que esse homem assombre o mundo.
* José Luis Rodriguez Zapatero é primeiro-ministro da Espanha.

domingo, 13 de dezembro de 2009

DICAS PARA 2010 por ROBERTO SHINYASHIKI



Reproduzo interessante artigo do escritor Roberto Shinyashiki em que ele nos aconselha sobre o ano que está chegando. Bem interessante. Estive com o Roberto em uma palestra em Belo Horizonte, momento em que batemos um bom papo. Simpático e educado me autografou um dos seus livros, o qual guardo com carinho.

Reconhecer o próprio erro e pedir desculpas são demonstrações de humildade e de valorização do outro. É ter consciência da conduta inadequada e assumir o compromisso de agir diferente da próxima vez. É dizer “Você é importante para mim” de forma sensível.


Finalizando mais um ano, começando outro. Todo fim é também um novo início. Então, em vez de pensar no que se foi, com tristeza, festejemos o que vem pela frente. É a renovação da vida. É uma nova chance de começar tudo de novo. E desta vez fazer diferente!

Alguns lembretes que podem ajudar você a fazer do próximo ano um período ainda mais feliz em sua vida:

1 - Converse. Precisamos deixar nossa imaginação voar com um companheiro. Criar tempo para conhecer o outro é fazê-lo entrar em nosso mundo. Conversar, antes de mais nada, é ter curiosidade sobre o mundo do outro, é olhar essa pessoa com os olhos do novo.

2 - Não ame simplesmente o que você faz. Ame o próximo! Ame a pessoa que está à sua frente, que o procura com seus dramas e desejos. Existe um ser humano à sua frente que precisa se sentir importante.

3 - Aja sempre como um ser especial que reconhece a grandeza que existe em cada um. Destrua o hábito de pensar mal das pessoas e procure concentrar sua atenção nas virtudes delas.

4 - Peça desculpas. Do mesmo modo que é impossível viver sem que alguém pise em nosso calo, é difícil passar pelas pessoas sem cometer algum erro ou sem incomodá-las. Reconhecer o próprio erro e pedir desculpas são demonstrações de humildade e de valorização do outro. É ter consciência da conduta inadequada e assumir o compromisso de agir diferente da próxima vez. É dizer “Você é importante para mim” de forma sensível.

5 - Perder faz parte da vida, e nós precisamos aceitar as derrotas inevitáveis. O mais impute é aprender as lições que elas trazem. As derrotas somente têm significado quando com elas adquirimos a consciência de que algo poderá ser melhorado. Se não for assim, nos acostumaremos a elas e perderemos a auto-estima.

6. Peça ajuda. Somente as pessoas com elevada auto-estima revelam fragilidades e mostram que confiam no outro. Pedir ajuda valoriza os conhecimentos do parceiro, mostrando que suas opiniões e idéias são importantes. E, quando todos se sentem aptos e importantes, a equipe fica mais forte!

7. Mantenha presença marcante na vida de seus filhos. Apesar da falta de tempo, não deixe tudo para o final de semana. Principalmente os pais que são separados. Mesmo que, lá pelas 7 da noite, você ainda esteja trabalhando, telefone perguntando como foi o dia das crianças. Conte também sobre seu cotidiano. Seu filho deve ter curiosidade em saber o que você faz quando está longe dele.

8 – Medite. Você é o único que pode criar esse tempo para pensar em sua vida. Não fuja de si mesmo. O grande encontro é com você. A pessoa que precisa conhecer hoje é você, com sua alma, com suas reais preferências.

9- Errar faz parte da vida. Por mais que sejamos competentes e queiramos acertar sempre, errar é uma característica de quem está no jogo.

10- Lembre-se de que Deus está sempre com você, por mais angustiante que seja a situação pela qual estiver passando. Sentir a presença dele é o primeiro passo para ser capaz de superar qualquer obstáculo.

Roberto Shinyashiki é psiquiatra, palestrante e autor de 13 títulos, entre eles: Os Segredos dos Campeões, Tudo ou Nada, Heróis de Verdade, Amar Pode Dar Certo, O Sucesso é Ser Feliz e A Carícia Essencial (www.clubedoscampeoes.com.br)

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

SABEDORIA por Carlos Castaneda


"Qualquer caminho é apenas um caminho e não é afronta alguma passar por ele, se é isso o que seu coração diz a você...
Olhe para cada caminho de perto e com vontade. Tente quantas vezes achar necessário.
Então pergunte a você mesmo, só a você:
esse caminho tem um coração?
Se tiver, o caminho é bom. Se não, não tem valor algum."

Carlos Castaneda

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

E NO NATAL DO DEM


FORMATURA DIA 29/12 - DIREITO UNIFOR





Quero agradecer a todos os familiares, amigos e amigas, que contribuiram para que eu chegasse ao final de uma caminhada que é a formatura em direito. Claro que o final de uma caminhada marca o início de uma nova jornada. Entretanto, cada batalha vencida é motivo de celebração e avaliação para o futuro. Dia 14/12, às 18 h, apresento minha monografia e no dia 29/12 acontece a colação de grau. Queria compartilhar dessa alegria com todos com quem tenho afinidade e respeito. Um abraço.

MULHERES BELAS E ESPECIAIS - ROBERTA SÁ









A primeira vez que escutei a voz dela já me encantou. Bonita, simpática e de uma voz maravilhosa, Roberta Sá é sem dúvida uma cantora que veio para ficar na música brasileira. Segue abaixo sua biografia adaptada de sua própria concepção.

Nasceu em Natal no Rio Grande do Norte no dia 19 de dezembro de 1980. Sagitariana com ascendente em aquário. Em Natal estudou na Escola Doméstica, só para meninas, e no Rio, no Notre Dame até o segundo ano do segundo grau, depois no Colégio da Cidade onde terminou o ensino médio. Fez vestibular para psicologia e, no último segundo, se inscreveu para comunicação social na Faculdade da Cidade, onde acabou se formando. Nas primeiras aulas de rádio achou que seguiria a carreira de jornalista mas sua verdadeira paixão era a Música!

Desde menina, ficava horas na frente do espelho cantando cantando cantando...De Chico Buarque e Tom Jobim até as fitas com os mais recentes sucessos de forró que seu irmão gravava e mandava de Natal.
Já pelos 20 anos freqüentou às aulas da conceituada professora Vera Maria do Canto e Melo. Um dia, Vera, sentada ao piano falou: Você já sabe que não vai ser jornalista, que é cantora, não é? O que você vai fazer com a sua voz?
Daí em frente não saiu mais de perto da música, participou do programa FAMA e pouco depois veio o inicio da carreira musical. Vale a pena conferir suas apresentações.

Discografia:
2004: Sambas e Bossas

2005: Braseiro
2007: Que Belo Estranho Dia Para se Ter Alegria (Disco de Ouro)
2009: Pra se Ter Alegria

DVD
2009: Pra se Ter Alegria


obs: 4a. foto - autoria Flávio Colker

SALÃO DE DEZEMBRO - CÂMARA MUNICIPAL DE QUIXADÁ



Finalmente uma boa notícia vinda do nosso Quixadá. Trata-se de evento cultural promovido pela Câmara Municipal que contempla várias áreas da cultura quixadaense. Parabéns a Presidenta Edi pela realização do evento. Segue abaixo a programação e texto explicativo sobre a atividade.

O I Salão de Dezembro da Camara Municipal de Quixadá, reunirá exposições de fotografia, pintura, literatura e música nos dias 9 a 12 de dezembro das 5 da tarde às 10 da noite.
A sede da Câmara será dividida em quatro instalações.

Na área destinada à fotografia, serão expostas obras de Edgardo Morais, Ednardo, Neném, Masinha e Lázaro. O espaço homenageará a fotógrafa Inez Souza. (Articulador:Edgard Moraes)

Na instalação de pintura, Izidoro será o homenageado. Vinte e quatro quadros de artistas irão compor a exposição.(Articulador: Walker)

No espaço dedicado a literatura que homenageia Alberto Porfírio. Livros de 18 escritores serão apresentados.(Articulador:João Eudes Costa)

O espaço das apresentações musicais será em homenagem á Nabor Crebilon.(Articulador:Edna Letícia Uchôa)

Guaracy Freitas receberá o Título de “Benfeitor Quixadaense José Barros Ferreira” e Dudú Viana receberá o título de “Cidadão Quixadaense”.

Apresentações musicais

09/12 – Voz e Violão (MPB) - Perucio Torres, Inês Bandeira, Guaraci Freitas, Neto Inácio, Irlaylton Tirolês, Dudú Viana, Ronaldo e Steffany Maciel, Tiago Inácio e Gledson Nogueira, Rômulo SantaRay, Marcélio Amaro e Django.

10/12 – Orquestra de Sopro Maestro Zé Pretinho (instrumental), Banda Aura (Rock), Banda Malafaya (Reggae), Banda Swing Mulek (Swingueira/Pagode) e Banda Dose de Amor(Forró)

11/12 - Show gospel da Banda Ieron, Rogério Arruda, Centro Evangélico Universitário, Francisca Elizamar, Lidiane Souza, Eridan, Dário Queiroz e Grupo Hosana.

12/12 – Violeiros / Seresteiros e Emboladores – Pinto Branco e Canarinho, Sebastião Cantador, Oserli.

FESTA NA CIDADE 2000 - BAR DO BIGODE EM GRANDE ESTILO



Ontem tivemos um encontro de amigos que marcou a confraternização de natal dos frequentadores do "bar do bigode". Empresários, trabalhadores, profissionais liberais, políticos, funcionários públicos, aposentados, entre tantos outros compareceram ao bar mais famoso do bairro para se confraternizar nas festas de fim de ano. A animação ficou por conta do "Roberto Carlos cover", que cantou amplo repertório de músicasdo rei. Não faltou a tradicional distribuição de rosas ao final do espetáculo e muitas fotos com as fãs e os admiradores. Um cardápio de comidas regionais feito pelos assíduos frequentadores foi um toque especial na culinária. Sob a batuta do coordenador de marketing Ricardo Machado, a animação varou pela noite adentro.

FILME FRACTAIS SERTANEJOS DE HERALDO CAVALCANTI NOVAMENTE PREMIADO



Reproduzo matéria do Diário do Nordeste que fala da premiação recebida pelo cineasta cearense Heraldo Cavalcanti pelo filme "Fractais Sertanejos". Heraldo atualmente reside no Rio de Janeiro e prepara o lançamento de novo filme intitulado "A casa das horas", que tem no papel principal a atriz Nicette Bruno. Pela dedicação que Heraldo dedica a sua profissão, com certeza teremos ainda muitas outras notícias positivas sobre seu trabalho.

DIÁRIO DO NORDESTE - EDIÇÃO 09/12/2009

FILME CEARENSE É PREMIADO

O curta"Fractais Sertanejos" de Heraldo Cavalcanti recebeu várias premiações em dois importantes festivais nacionais de cinema


O filme cearense "Fractais Sertanejos" do cineasta Heraldo Cavalcanti recebeu três importantes premiações em dois festivais nacionais de cinema.

O curta foi exibido durante a 11ª Mostra Londrina de Cinema e no 16º Vitória Cine Vídeo. Sendo contemplado com as premiações de Melhor filme por Júri Popular (Londrina) e Melhor Documentário e Prêmio Jangada (Vitória), acumulando até agora 8 premiações em festivais brasileiros em menos de seis meses.

Com duração de 19 minutos, o filme conta a história de João Batista dos Santos, escultor natural da cidade de Aurora, no interior do Ceará.

João Batista é um operário da construção civil que se torna artista ao sair de um coma. Após essa experiência traumática, ele passa a esculpir obras abstratas que denomina "TudoeNada".

Seus trabalhos são semelhantes aos fractais estudados na física e na matemática do caos, ou seja, as esculturas parecem objetos geométricos divididos em partes iguais ao objeto original. Os fractais têm infinitos detalhes e são geralmente auto-similares uns aos outros.

Conforme o produtor do filme Moisés Magalhães, história e o filme têm recebido elogios por onde passa e atualmente vem despertando o interesse do canal Globo News, que procurou a produção do filme para gravar matéria com o artista.

Reconhecimento

O Troféu Jangada dado a o documentário "Fractais Sertanejos", é um prêmio oferecido pela Organização Católica Internacional de Cinema e pela Associação Católica Mundial para Comunicação (Ocic-Signis Brasil) para o filme que mais se destaca pela presença de valores humanos, éticos e espirituais.

Os jurados Júlia Machado e Daniel Paes da PUC do Rio de Janeiro justificaram a escolha da obra, por esta apresentar um diálogo sensível entre o diretor e seu personagem, gerando um filme de reflexão sobre o sentido do fazer artístico como caminho para um mundo mais humanizado. As filmagens de "Fractais Sertanejos" foram realizadas em Fortaleza, Aurora e São Paulo, onde o escultor morou e trabalhou.

O trabalhado foi pensado, inicialmente, para compor, com outros três personagens, um episódio do DOC TV, sobre a produção da cultura do Cariri. Apesar de não ser selecionado para a série, Heraldo decidiu transformá-lo em filme.

Mais Informações:

Bastidores e premiações do filme "Fractais Sertanejos", de Heraldo Cavalcanti, através dos endereços eletrônicos:
http://mostralondrina.blogspot.com/
http://www.vitoriacinevideo.com.br/
http://anitracinematv.blogspot.com/

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

EQUIDADE DE GÊNERO: O PAPEL DOS ENTES DA FEDERAÇÃO



Com este texto abaixo inicio a monografia de conclusão do curso de direito da UNIFOR.O tema é o título desta postagem e aborda a trajetória de lutas das mulheres pela igualdade de direitos. Procurei fazer um resgate de algumas personagens da história de Quixadá. Neste trecho conto um pouco da trajetória de Ester Holanda. A apresentação da mono será nos próximos dias e terá na banca Humberto Cunha (Dr.), Filomeno de Moraes (Dr.) e Laécio Noronha (Dr,)

Quando eu era menino, existia uma senhora, já com idade avançada, que circulava pelas ruas do bairro e visitava as casas, onde tomava café e batia um papo repetitivo. Meu pai me falou com respeito sobre ela: “Seu nome é Ester Holanda, foi a primeira a mulher a usar calça comprida e a montar cavalo como se fosse um homem”. Não compreendi a informação. Até porque minhas coleguinhas de colégio usavam farda de calça comprida e já tinha visto minhas primas montando cavalo da mesma forma que os vaqueiros da fazenda de meu tio. Foi preciso muitos anos para que eu pudesse entender o simbolismo que teve o gesto de Ester Holanda de desafiar a sociedade da época e ser a primeira mulher a vestir uma roupa considerada de “homem” em sua cidade natal. Hoje imagino como deve ter sido o impacto para as conservadoras famílias de ver uma mulher montar cavalo sem ser de “ladinho” como era a prática à época. Foram gestos e atos feitos por milhares de mulheres ao longo da história mundial, muitas delas anônimas, que romperam com a cultura do preconceito e discriminação. Não que as mulheres tenham conseguido alcançar a igualdade desejada para com os homens. Ainda há muito a conquistar, mas estes últimos tempos trouxeram grandes vitórias, a ponto de muitos estudiosos afirmarem que a maior transformação verificada neste último século foi a revolução feminina.

FLAMENGO: A PAIXÃO EXTRAVASA O BRASIL


Foi emocionante o desfecho do campeonato brasileiro. Maravilhosa a festa rubronegra no palco máximo do futebol: Maracanã. Por todo canto eram camisas, bandeira e muita euforia na comemoração. O maestro Pet comandou a virada. Parabéns a toda a nação flamenguista.

domingo, 6 de dezembro de 2009

E VAI DAR MENGÃO?


AMANHÃ É DIA DE VITÓRIA DO MENGÃO. FAZ TEMPO QUE NÃO COLOCAMOS A MÃO NA TAÇA. ESPERO QUE O DESTINO NÃO NOS PREGUE UMA PEÇA. O RIO DE JANEIRO E BOA PARTE DO BRASIL VAI EXPLODIR DE ALEGRIA SE ISTO VIER ACONTECER. ARROCHA O NÓ PET, BRUNO, ADRIANO, ANGELIM E CIA.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

ORIGENS DAS PALAVRAS: DRACONIANO



A palavra vem de Draco, legislador ateniense que, em 621 a.C., reuniu todo os costumes não escritos da antiga Grécia e os consolidou num novo código de extrema severidade. Áté os pequenos delitos passaram a ser punidos com a pena de morte, o que apavorou grande parte da população de Atenas. De uma hora para outra, o sujeitomera condenado à morte pelo furto de um pedaço de pão. Draconiano é, portanto, castigo desproporcional ao erro.

PEDINDO VOTOS



Fláusio da Silva Santos era candidato a vereador de Murici (AL), terra do Senador Renan Calheiros, quando pediu no palanque:

- Meu povo, vote neu!

O amigo e também candidato José Correia, que esperava a vez de falar, tomou um susto e falou alto:

- Não é "vote neu", é vote em mim!

- Nada disso, meu povo! Vote neu mesmo, porque o Zé Correia já tá eleito... insistiu Fláusio desconfiado.

Fonte: Poder sem pudor - Cláudio Humberto

E O ESCÂNDALO DO PANETONE E DA MEIA ?


SABEDORIA por VINCE LOMBARDI



"A diferença entre uma pessoa de sucesso e as outras não é falta de força, nem a falta de conhecimento, mas particularmente a falta de determinação."

Vince Lombardi

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

ESCRITÓRIO DE PRÁTICA JURÍDICA DA UNIFOR - LOCAL DE CIDADANIA


Neste último semestre tenho três vezes por semana atendido no EPJ-UNIFOR. Lá passam centenas de pessoas  todos os dias em busca de um atendimento jurídico que possibilite resolver seus problemas. Embora a maior parte das demandas se relacione ao tema direito de família, já tivemos oportunidade do contato com inúmeros áreas que vão desde usucapião, juizados especiais, consumidor até ações relacionadas a dano moral. Um bom aprendizado para quem quer realmente atender bem a sociedade e angariar mais conhecimentos. Na foto temos a turma da Professora Bleine Queiroz Caula. Turma muito dedicada e que possibilitou novas amizades. Sexta-feira é o dia da despedida com direito a churrasco e com certeza muitas cervejinhas.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

ESCÂNDALO PANETONE, COM DIREITO A REZA E DINHEIRO NA MEIA




Novo escândalo abala o mundo político. Desta vez o olho do furacão envolveu os chamados "demos", do ex-PFL e hoje Partido Democrata. A estrela ascendente e único governador do partido José Roberto Arruda foi flagrada em filmagens recebendo pacotes de dinheiro, cuja origem é atribuída a propina de empresários. O esquema envolve secretários, deputados distritais e empresários. Lamentável é que o povo de Brasília, mesmo sabendo dos casos de falta de ética envolvendo o atual governador, resolveu votar nela para dirigir a captal brasileira. As imagens são muito fortes mostrando o esquema de distribuição de dinheiro para a base aliada. A simbologia da corrupção neste escândalo envolveu quase de tudo: cuecas, meias, panetone e até oração para a pessoa que estava distribuindo o dinheiro da propina. Trata-se neste fato deplorável da institucionalização de uma cleptocracia em Brasília (DF). Uma vergonha inaceitável.

domingo, 29 de novembro de 2009

E O FLAMENGO VAI LEVAR A TAÇA DO BRASILEIRÃO?



Incrível este campeonato brasileiro. Pela primeira vez desde a implantação do sistema de pontos corridos que diversas equipes chegam ao último jogo com chances de ser campeãs. Emocionante esta reta final. E eu, que ainda estou chorando o rebaixamento de leão, tenho que vibrar com o mengão. Domingo pode ser dia de festa no Rio de Janeiro e em todo o Brasil.

sábado, 28 de novembro de 2009

SABER VIVER por CORA CORALINA






Saber Viver


Cora Coralina


Não sei...
Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós.

Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido,
se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
colo que acolhe,
braço que envolve,
palavra que conforta,
silêncio que respeita,
alegria que contagia,
lágrima que corre,
olhar que sacia,
amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo:
é o que dá sentido à vida.

É o que faz com que ela
não seja nem curta,
nem longa demais,
mas que seja intensa,
verdadeira e pura...
enquanto durar.