segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

LIVROS PARA LER EM 2016


A meta principal de estudos e leituras em 2016 é a elaboração de minha dissertação de mestrado. Também em consonância com esta meta está a publicação de livro de artigos juntamente com colegas do mestrado sobre politicas de juventude. Contudo, relacionei alguns livros para leitura nos intervalos de redação da dissertação e em sua elaboração, pois a auxiliam. Seguem abaixo minhas leituras escolhidas para 2016:

1 - Os clássicos da política - volume 1 (lido janeiro)
2 - O Seminarista - Rubem Fonseca (lido janeiro)
3 - Os clássicos da política - vol. 2(lido março)
4 -  O poder do clientelismo - Luiz Henrique Nunes Bahia (lido fevereiro)
5 -  O Capital - Thomas Piketty 
6 - A ideia de justiça - Amartya Sen
7 - 1789 - Pedro Dória (lido fevereiro)
8 - Guerreiros do Sol - Fernando Pernambucano de Melo
9 - Fanáticos e cangaceiros - Abelardo Montenegro (lido fevereiro)
10 - O poder dos donos - Marcel Bursztyn
11 - As raízes da corrupção no Brasil - Lucas Rocha Furtado
12 - O que o dinheiro não compra - Michael J. Sandel
13 - Dentaduras e dentes de leite: políticos e empresários mudancistas no Ceará - Altemar Muniz  
14 - Trajetória das desigualdades - Marta Arretche
15 - Desigualdade Econômica no Brasil - Márcio Pochmann
16 - A anatomia do poder - John Kenneth Galbraith
17 - Sobre o Estado - Pierre Bordieu
18 - Uma nova história do Ceará - Simone de Souza
19 - Ceará: um novo olhar geográfico - diversos autores
20 - Corações Sujos - Fernando Morais
21 - O poder e a peste - Lira Neto (lido janeiro)
22 - O quarto poder - Paulo Henrique Amorim
23 - Política pública - Michel Howlett/Ramesch/Perl (lido março)
24 - Código da Vida - Saulo Ramos
25 - Verdade e consenso - Lenio Streck

obs: Lembrando que li em 2015 livros considerados para entender o Brasil, conforme postagem anterior deste blog.