quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

INTERNET = CONHECIMENTO OU DESCONHECIMENTO


Quando fiz meu primeiro curso universitário (ah como era bom ter que estudar história) vivia em um período em que o conhecimento era muito restrito. O acesso aos livros era deficiente. As bibliotecas não tinham grande acervo (ainda é assim em muitas cidades, por desleixo e falta de visão de nossos governantes) e mesmo o acesso à aquisição de livros era difícil e por que não dizer raro. Afinal, estávamos de saída de uma cruel ditadura militar e os livros eram considerados ferozes instrumentos do inimigo. 

O tempo passou. É incrível a facilidade através da internet para se buscar o acesso ao conhecimento. De tudo encontramos a nossa mão, ou seja ao nosso toque no mouse ou teclado. Vídeos, documentos, arquivos históricos, experiências; há muito o que se angariar de conhecimento em termos profissionais e de lições para nossa vida. As livrarias estão abarrotadas de títulos para todos os gostos e necessidades. 

Mas nem sempre as boas notícias andam sozinhas. Há um pesado fardo sobre a internet e as mídias sociais. É comum vermos circular mensagens de apologia ao ódio, ao preconceito, à violência. Também circulam notícias falsas, inverídicas, distorcidas. É cotidiano receber mensagens totalmente desvirtuadas, sem o mínimo de averiguação da veracidade.

É incrível como pessoas passam o tempo todo compartilhando mensagens de raiva, de hostilidade a determinado grupo de pessoas, de injúrias. Ave.....

Pessoal, a internet e suas páginas nas mídias são como sua casa. Não a proliferem de negatividades. Aproveitem o campo vasto de conhecimento disponível. Há tantos bons exemplos a seguir. Divulguem o que é saudável. Semeiem o bem.  Isto vale também para o mundo virtual.