segunda-feira, 18 de agosto de 2008

DESEMPENHO BRASIL OLIMPÍADA


Nesta olimpíada como sempre temos torcido bastante mas nossas alegrias tem sido raras. Com as exceções do futebol e vôlei, nosso desempenho tem sido sofrível. Nem mesmo o fato de termos levado a maior delegação de nossa história parece ter trazido resultados positivos. Quando não nem nos classificamos para as finais de cada esporte, ao conseguirmos este intento decepcionamos com um desempenho abaixo do esperado. Foi assim com alguns atletas do atletismo e da ginástica. O basquete feminino em suas partidas não acreditava que podia superar suas adversárias. Quando resolveu acreditar foi tarde demais.

Um fator a considerar é que temos tão poucos atletas com chances que quando algum chega à final, carrega uma responsabilidade enorme e isto acaba prejudicando seu desempenho. Acho que inclusive foi o caso do ginasta Diego Hipólito.

Sabemos que falta muito investimento na área esportiva para chegarmos a um melhor desempenho. Precisamos do esporte presente na educação. Precisamos trabalhar o esporte de rendimento. Precisamos de melhor organização em nossas competições. Quem é melhor organizado consegue melhor resultado. Veja os exemplos do futebol e do volei.

Vamos neste final de olimpíada torcer que o futebol, volei e as duplas de volei de praia nos deêm algumas alegria para relembrar. O ouro do Cielo não pode ficar sozinho.