sábado, 24 de janeiro de 2015

QUIXADÁ: CIDADE UNIVERSITÁRIA


Quando terminei o 2o. Grau no Colégio Estadual o quadro em termos de cursos universitários em Quixadá era inexistente. A FECLESC estava com o vestibular suspenso devido a não regularização de seus cursos. Como havia passado no concurso do Banco do Brasil e tido a sorte de assumir em minha cidade, fiquei sem possibilidade de buscar a universidade. Cursar escolas técnicas era outra improbabilidade, afinal a única existente no Ceará situava-se em Fortaleza.

Depois de algum tempo, aconteceu o reconhecimento dos cursos da Feclesc (Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central) e eu pude fazer o vestibular, ingressando no curso de história. Era o ano de 1988. A primogênita luta pela universidade em Quixadá, e que foi construída por muitas mãos, abriria espaço para dentro de alguns anos tornar a "terra dos monólitos" em uma verdadeira "cidade universitária". Em princípio, a pioneira faculdade iniciou com os cursos de Pedagogia, História e Ciências. E muito conhecimento foi difundido pelo sertão, ao longo desses anos. 

No ano de 2004 foi criada a Faculdade Católica Rainha do Sertão pelo empreendedor Dom Adelio Tomazin. Uma profusão de cursos e estudantes inundou a cidade de Quixadá. Aconteceram impactos, a partir daí, que mexeram com a estrutura da cidade principalmente em sua economia. A verticalização da cidade, a aceleração das atividades da construção civil, o surgimento de novas atividades empresariais, demonstram este fato. A cidade de Quixadá começava a se acostumar com em ser uma cidade universitária. 

Depois tivemos a conquista do Campus avançado da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Instituto Federal do Ceará (antiga Escola Técnica/CEFET). Para esta conquista, a cidade teve que enfrentar uma competição técnica e política. Fui um dos que participou desta luta. Coordenei a elaboração dos dois projetos. Entre idas e muitas vindas conseguiu-se a cessão dos terrenos da União na área do Açude Cedro e os cursos começaram a funcionar no antigo prédio da Epace, reformado para este intento pela Prefeitura de Quixadá. A inauguração sob os acordes do sanfoneiro quixadaense Adelson Viana, a dança dos Irmãos Aniceto e a melodia do hino de Quixadá entoado pela nossa Banda de Música; celebraram mais uma importante conquista para sua consolidação como cidade universitária; afinal chegávamos a quatro instituições de renomada importância.

Praticamente uma década depois da implantação da Faculdade Católica, Dom Adélio Tomazin, liderando um grupo de empresários, entrega à cidade de Quixadá uma nova instituição focada no ensino superior tecnológico: Faculdade Cisne. Tive o privilégio de estar presente neste momento histórico. Parabenizo aos empreendedores por este ousado projeto. Fred, José Nílson, Ciro, vocês se juntam às pessoas que fizeram história em Quixadá. Dom Adélio, a cidade de Quixadá lhe deve muitas reverências de agradecimento.

Desta forma teremos dentro em breve implantados 52 cursos dentre técnicos e de nível superior. 

A Feclesc possui 8 cursos (Ciências, Ciências biológicas, Física, História, Letras, Matemática, Pedagogia e Química). 

A Faculdade Católica possui 17 (administração, arquitetura e urbanismo, biomedicina, ciências contábeis, design gráfico, direito, educação física, enfermagem, engenharia de produção, farmácia, filosofia, fisioterapia, odontologia, psicologia, sistemas de informação, teologia e sistemas para internet). 

O campus da UFC possui 6 (sistemas de informação, redes de computadores, ciência da computação, design digital, engenharia de software e engenharia da computação). 

O IFCE possui 7 (controle ambiental, edificações, hospedagem e química /técnicos; Química, tecnologia em agronegócio, engenharia ambiental e sanitária /superior). Irá implantar em breve Geografia, Engenharia Química, engenharia de produção civil, todos de nível superior e o curso técnico de meio ambiente. 

A Faculdade Cisne terá engenharia civil, nutrição, serviço social, medicina veterinária, produção publicitária, design de interiores, design de moda, gestão de recursos humanos e gestão comercial.

Quixadá incorpora em seu nome, além da terra dos monólitos, de Rachel de Queiroz, do Cego Aderaldo, da aparição dos Ovnis, do voo livre; o título de cidade universitária. Parabéns a todos que construíram esta história.

foto: Faculdade Cisne, nossa caçula.