quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

SAUDADES NIETA


Com o caminhar da vida passamos a presenciar o desaparecimento de pessoas queridas com mais intensidade. Quando jovens, em nosso círculo de amizade normalmente feito de pessoas da mesma faixa etária, não vivenciamos cotidianamente a perda de entes preciosos. 

Entretanto, quando temos o prazer de viver mais anos, nos deparamos com a dor da perda de parentes e amigos. E assim, com tristeza, que recebi o aviso por amigos do desaparecimento da amiga Nieta. 

No ritual de seu sepultamento pudemos ver o quanto era querida aquela batalhadora. Mãe, servidora pública, sindicalista, líder comunitária, empreendedora, divertida, alegre, verdadeira..... As homenagens feitas a Nieta apresentaram um pouco de suas muitas qualidades. 

Conheci Nieta quando fui secretário de cultura, turismo e desporto de Quixadá. Ela trabalhava no Estádio. Cuidava da limpeza e olhe como fazia de forma eficiente, mesmo enfrentando as inúmeras sujeiras deixadas após um jogo de futebol. 

Dizia verdades, não importava quem fosse a autoridade presente. Afirmava suas posições com altivez. Humilde, mas sempre com dignidade. 

Através do trabalho, ensaiamos uma amizade que percorreu todos esses anos. Sempre uma batalhadora, comandava a família numerosa com firmeza e alegria. Apesar das dificuldades da vida, com certeza, tinha uma residência feliz. 

Ensinou, divertiu, educou, reivindicou.... Durante alguns anos organizei juntamente com ela uma festa de natal para as crianças da rua. Era uma festa maravilhosa, com distribuição de presentes, ceia e brincadeiras. Ela fazia isto com muita paixão e felicidade. Também prestigiei por anos o "Arraiá da borboleta", por ela organizado. Era outro momento de festa no bairro Campo novo.

Nos embates sindicais e eleitorais dava sua contribuição com independência e defendendo os seus valores. Era dura e firme, mas ao mesmo tempo tinha a sensibilidade de buscar sempre o melhor para as pessoas. 

Se prometesse algo a ela, era bom cumprir, senão ela lhe aperreava até você perder a paciência e cumprir com os compromissos. 

A alegria era sua cara..... Parece que estou vendo ela dizer: Macho, onde tu andas?

Era uma pessoa adorável. Deixa muitas saudades a todos os que a conheceram. 

Conservarei na memória a imagem da Nieta cheia de vivacidade nos eventos e comemorações. Brincalhona, alegre, feliz.... 

Saudades Nieta....