sábado, 22 de maio de 2010

CINTURÃO DIGITAL -- UM GRANDE AVANÇO PARA O CEARÁ

Estive na ETICE(Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará) para ampliar os conhecimentos sobre a implantação do Cinturão digital do Ceará. O intuito foi compreender os mecanismos de sua implantação e a forma como as instituições deverão proceder para aderir imediatamente a este grande empreendimento.

Fui acompanhado da assessoria de informática da EMATERCE e fomos recepcionados pelo presidente da ETICE Dr. Fernando Carvalho(em sua sala na foto). Já o conhecia dos tempos da elaboração do projeto da implantação da UFC em Quixadá. Tivemos muito contato à época. Ele nos apresentou o projeto do Cinturão Digital. Conhecendo de perto o projeto, aí que ficamos mais entusiasmados com as inovações advindas.

Para se ter uma idéia propiciará uma banda larga de alta velocidade conectando o Ceará. Será a  maior e mais veloz rede pública de banda larga do Brasil, cobrindo 90% da população urbana do Estado até o final de 2010. Serão mais de 3.000 km de fibra ótica de alta velocidade (1 a 2 Gps) conectando escolas, hospitais, postos de saúde, delegacia e demais órgãos públicos. Levando também, telemedicina, educação a distância, tv digital, videoconferência e outros serviços essenciais para o desenvolvimento do Estado e a qualidade de vida dos cearenses.

O prognóstico é que teremos até agosto o início efetivo de suas atividades. Queremos logo no início migrar 40 escritórios da EMATERCE. E até o final do ano todas as unidades da EMATERCE estarão interligadas garantindo mais rapidez na transmissão dos dados, diminuição de custos e racionalidade nas ações. Já estamos nos programando para fazer as aquisições de equipamentos necessárias a este planejamento.

Sem dúvida é um gol de placa do governo estadual. E olhe que após a total interligação dos órgãos estaduais será utilizada apenas 1% da capacidade do cinturão. O restante será disponibilizado para convênios com prefeituras, universidades e utilização pela iniciativa privada.