domingo, 16 de maio de 2010

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE QUIXADÁ - UM POUCO DE SUA HISTÓRIA

Acima: O Presidente Getúlio Vargas e sua comitiva desembarcam na estação de Quixadá, em 1933 (Revista Noite Illustrada, 4/10/1933).
E. F. de Baturité (1891-1909)

Rede de Viação Cearense (1909-1975)
RFFSA (1975-1997)
CFN (1997-2010)

Linha-tronco - km 189,780 (1960) CE-3162

Inauguração: 07.09.1891 com trilhos.
Uso atual: estação da CFN.

HISTÓRICO DA LINHA: A linha-tronco, ou linha Sul, da Rede de Viação Cearense surgiu com a linha da Estrada de Ferro de Baturité, aberta em seu primeiro trecho em 1872 a partir de Fortaleza e prolongada nos anos seguintes. Quando a ferrovia estava na atual Acopiara, em 1909, a linha foi juntada com a E. F. de Sobral para se criar a Rede de Viação Cearense, imediatamente arrendada à South American Railway. Em 1915, a RVC passa à administração federal. A linha chega ao seu ponto máximo em 1926, atingindo a cidade do Crato, no sul do Ceará. Em 1957 passa a ser uma das subsidiárias formadoras da RFFSA e em 1975 é absorvida operacionalmente por esta. Em 1996 é arrendada juntamente com a malha ferroviária do Nordeste à Cia. Ferroviária do Nordeste (RFN). Trens de passageiros percorreram a linha Sul supostamente até os anos 1980.

A ESTAÇÃO: A estação de Quixadá foi inaugurada em 1891. Atualmente é uma das estações operacionais da CFN, atual concessionária do trecho. Possui uma beleza que encanta pela história e por suas formas. Fica ao lado da Praça José Marques da Silva, onde se situa a Estátua em homenagem aos trabalhadores, obra de Jacinto de Sousa. Uma pena é que a antiga casa do maquinista foi demolida fruto da especulação imobiliária sem controle.

(Fontes: Carlos Alberto Martins da Matta, 2005; Roosevelt Reis; Noite Illustrada, 1933; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht, http://www.estacoesferroviarias.com.br/ce_crato/quixada.htm)