sexta-feira, 9 de julho de 2010

E A COPA DO MUNDO: UM BALANÇO

Depois do resultado e de termos curtido uma fossa futebolística é importante fazermos uma avaliação. Vale ressaltar que se tivéssemos ganho, todas as críticas seriam nulas e nós apenas estaríamos comemorando o hexa tão sonhado.

Confesso que estava com uma vontade de reviver 1994 e 2002 quando tivemos conquistas memoráveis e eu pude presenciar. Torci como todo brasileiro com todas as minhas forças mas quando levamos o segundo gol senti que o time não tinha força para reagir. Depois de ganhar tudo antes (Copa América, Confederações, etc) faltavam dinâmica de jogo e equilibrio emocional para se suplantar mais um obstáculo. E o final todo mundo conhece.

Acho que o trabalho foi feito e o treinador conduziu do seu jeito e com seus escolhidos a seleção brasileira. Se não funcionou, a responsabilidade é toda dele como ele próprio falou. Agora também devemos avaliar que temos adversários que evoluiram e que não dá para ganhar todas as copas. Não dá para culpar somente  o Dunga e o Felipe Melo. Afinal, somos o país que mais títulos conquistou e isto é motivo de reverência em todo o mundo. Devemos aprender com os erros dessas duas últimas copas e nos prepararmos para conquistar o hexa tão sonhado em nosso país.

As fotos acima nos mostram tomando umas e curtindo a fossa futebolística. Entre os amigos que reencontrei está Dr. Castelo, ex-delegado de nossa cidade e que há tempos não via.