segunda-feira, 5 de maio de 2008

FUTEBOL: UMA PAIXÃO NACIONAL


Tive o privílégio de ir ao Estádio Castelão nesse último domingo e presenciar uma verdadeira festa. O clima em Fortaleza já era cedo de euforia. Pessoas passando pelas ruas desfilando com suas camisas tricolores e cumprimentando desconhecidos que estavam com a mesma camisa, carros com bandeiras buzinando, os bares cheios de gente fazendo a base para o jogo. Chegamos cedo ao estádio, era uma verdadeira massa tricolor que se esprimia para entrar mas todos festejando como se já adivinhassem o que iria acontecer dali a pouco. A arquibancada aos poucos foi sendo ocupada pelos torcedores. No início do jogo estava praticamente tomada. As palavras de ordem das torcidas, as "olas", a batidas de palmas, tudo era festa. Nem o primeiro gol do Icasa tirou a alegria da torcida. O time do Fortaleza jogava bem e dava esperança de que sairíamos dali com o bicampeonato. O gol de Taílson levantou a galera. Foi lindo, eu estava exatamente atrás do gol. Todos se abraçaram comemorando. Novamente outro gol do Icasa mas em seguida veio o gol do Paulo isidoro. Nova euforia. Termina o primeiro tempo com o placar igual. A festa continuava, ninguém duvidava da vitória. No recomeço do jogo víamos um Fortaleza valente disposto a decidir. E a decisão veio com mais dois gols. Euforia, alegria, abraços, beijos, tudo aconteceu neste Castelão. Um dia inesquecível para quem esteve presente, para quem é torcedor do Fortaleza. O grito era um só: BI-CAMPEÃO. Depois do jogo com certeza a comemoração deve ter varado a madrugada pelos forrós e pelas ruas.