quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Ematerce: diretor administrativo e financeiro inova em sua gestão

A diretoria administrativa e financeira da Ematerce, por intermédio do seu titular, advogado Francisco Cristiano Maciel de Goes, com apoio do presidente José Maria Pimenta, realiza benfeitorias, no Centro de Treinamento (Cetrex), da empresa, em Caucaia, a exemplo da biblioteca, com expressivo acervo técnico e outras publicações, os funcionais almoxarifado e arquivo central (informatizados), a serem inaugurados, no próximo dia 20, quinta-feira, às 9 horas, com a presença do secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA), Nelson Martins. Em fevereiro, será a vez da unidade demonstrativa Casa de Farinha.

Sobre o funcionamento do arquivo central, disse Cristiano de Goes, que a iniciativa deve-se ao fato de a documentação ser guardada, de forma que prejudicava seu manuseio e sua conservação. Ressaltou que, por intermédio do trabalho de uma equipe de servidores, foi feita toda a avaliação da documentação existente, com o acondicionamento e a catalogação de maneira adequada. Informou, ainda, que o trabalho levou mais de seis meses para ser concluído.

Para ter um arquivo funcional e moderno, explicou Cristiano que foram adquiridas 40 estantes e recuperada a área de uma galpão para a recepção dos documentos. O núcleo de informática da Ematerce desenvolve estudo, para que toda a documentação tenha sua catalogação informatizada.

Com a implantação desse arquivo central de documentos, será garantida a preservação da documentação e o acesso fácil, quando for necessário seu manuseio. Importante destacar que documentos, do antigo programa da emergência, serão disponibilizados, para pesquisa do público, principalmente para servir de prova, no tocante a aposentadoria rural de agricultores.

Pelo interesse em reativar a biblioteca, informatizar o arquivo central e o almoxarifado da empresa, construir uma casa de farinha, o diretor administrativo e financeiro vem sendo alvo de elogios e recebe, diariamente, os parabéns dos servidores do escritório central e dos que trabalham no Cetrex. É que vontade de inovar, ter criatividade, ser educado, jamais querer ser o dono da verdade, saber ouvir, (dar voz e vez aos empregados) fazem a diferença em um gestor público.