terça-feira, 25 de janeiro de 2011

NO JOGO DAS EMENDAS PINTOU A ZEBRA

Reproduzo aqui artigo do Presidente da Ematerce José Maria Pimenta que trata da liberação de emendas parlamentares e em especial da implantação de um radar metereológico em Quixeramobim (CE).

No jogo das emendas pintou a zebra

Zé Maria Pimenta(foto)

Os jornais ultimamente têm dado um enfoque muito grande para as emendas parlamentares. Não se sabe por quais motivos os nossos deputados e senadores, com raras exceções, têm privilegiado tanto com as suas emendas parlamentares o Ministério do Turismo afim de financiarem e promoverem festas nos municípios onde foram votados. Há quem diga que a contratação de bandas e artistas não precisa passar pelo processo licitatório, facilitando a liberação destes recursos. Talvez seja esse um dos motivos da proliferação de tantas bandas de forró, principalmente no Nordeste brasileiro.

Além do financiamento destes eventos, outros liberam suas emendas para construção de quadras esportivas, praças, postos de saúde, pequenas escolas, que, apesar de serem importantes, beneficiam uma pequena parcela da população cearense.
Fugindo deste trivial, eis que surge alguém no Congresso Nacional e coloca todos os recursos de suas emendas numa obra que vai beneficiar a todos os cearenses. Refiro-me ao radar meteorológico que está sendo construído e montado no pico da serrinha de Santa Maria, bem no centro geográfico do Ceará, no município de Quixeramobim, para monitorar todas as precipitações pluviométricas que caírem no território cearense.

É uma obra há muito sonhada pela Funceme, instituição que presta um serviço fantástico a todos nós cearenses. Com o início de seu funcionamento, os agricultores terão informações importantes sobre a umidade do solo e a hora mais apropriada para o plantio, além de informações preciosas para a Defesa Civil no que diz respeito a inundações e monitoramento das vazões dos nossos reservatórios.

Com isso, afirmo que os oito milhões de cearenses serão beneficiados direta ou indiretamente com esta obra. Se não bastasse tudo isso, os nossos turistas também serão beneficiados com as previsões de sol ou chuva nas nossas belas praias.

E quanto está custando todo este investimento? Nada mais nada menos do que R$ 12 milhões, dinheiro este que teve como fonte as emendas parlamentares do deputado federal Ciro Ferreira Gomes, que direcionou estes recursos para o Ministério da Ciência e Tecnologia, possibilitando ao nosso Estado ser o único da Federação que ficará totalmente coberto por este guarda-chuva de prevenção de fenômenos meteorológicos.

Além de tudo isso, como o seu raio de ação é de 400 quilômetros, os nossos estados vizinhos e limítrofes terão também parte de seus territórios protegidos por nosso aparelho.

Se o Rio de Janeiro dispusesse de um equipamento como este, com certeza a população teria sido avisada com pelo menos oito horas de antecedência desta calamidade que se abateu sobre os três municípios serranos daquele Estado. Por último só nos resta dizer: que bom esta zebra ter acontecido no Ceará. Parabéns, deputado Ciro Gomes.