terça-feira, 6 de janeiro de 2009

DESAFIOS DA NOVA GESTÃO MUNICIPAL


Todos são sabedores de minhas restrições à forma como foi conduzido o processo sucessório em Quixadá. Agora outra coisa é torcer que as coisas deem errado em nossa cidade. Quixadá vive um momento importante para sua história, tão importante quanto a chegada da estrada de ferro ou o início da construção do açude Cedro. Temos em processo de implantação a Universidade Federal do Ceará, Centro Federal Tecnológico, Universidade Aberta do Brasil - UAB e a PETROBRÁS. São muitas conquistas para Quixadá. Isto sem falar da Faculdade Católica e suas contínuas expansões que trazem muitos dividendos para o Sertão Central. O quadro é promissor e exige de nossos administradores compromisso e competência para aproveitar este momento especial.
Somos sabedores da inexperiência do gestor mas com determinação(se realmente quiser) pode-se superar este óbice. Agora será que o atual gestor tem clareza deste seu papel preponderante ou acha que administrar é só fazer brincadeiras ? É uma boa pergunta, pena que a campanha eleitoral não tenha realmente debatido os grandes temas que se faziam necessários. A paixão superou o debate e acabamos indo votar sem discutir idéias e muito menos as propostas defendidas. O cansaço da equipe (praticamente o mesmo secretariado) e o comando duplo (como se tem falado em todas as rodas) pode atrapalhar o governo ? Só o tempo dirá. No mais desejo sorte ao novos(ou velhos) governantes, afinal qualquer fracasso atingiria a todos nós.

Enumero abaixo alguns dos pontos importantes que devem ser enfrentados imediatamente pela nova gestão, como por exemplo o colapso de água que é tarefa de antes de ontem e parece que não é problema de ninguém, de nenhuma autoridade, somente da população.

Eis 10 temas super relevantes:

1) Abastecimento de água da cidade - urgentíssimo
2) Conclusão das obras do Hospital Eudásio Barrozo
3) Fiscalização e acompanhamento da obra do saneamento, com monitoração depois, para se evitar o aumento em 100 % do valor da água
4) Organização do Trânsito da cidade
5) Estruturação do Matadouto Público
6) Regularização das estradas vicinais (distritos)
7) Implantação do Plano de Cargos e Carreiras dos Servidores municipais - fase final de conclusão
8) Nova Política Esportiva
9) Acompanhamento da implantação da UFC e CEFET; além da parcerias com as mesmas, UECE/FECLESC e CATÓLICA no intuito da elaboração de um Plano Estratégico para a área universitária
10) Melhoria dos serviços municipais de saúde.

Esqueci alguns claro, deixei para reflexão de vocês.