segunda-feira, 29 de novembro de 2010

SABEDORIA POR SALOMÃO

"Não seja demasiadamente justo, nem exageradamente sábio; por que se destruiria a si mesmo?
Não seja demasiadamente perverso, nem seja tolo; por que morreria antes do tempo?

Tudo isto experimentei pela sabedoria; e disse: vou tornar-me sábio, mas a sabedoria estava longe de mim. O que está longe e muito profundo, quem o achará?"
(Salomão, Livro de Eclesiastes, cap. 7)