sexta-feira, 19 de novembro de 2010

TARIQ ALI EM UM BOM DEBATE EM FORTALEZA - MERCADO DOS PINHÕES

Tariq Ali é um historiador britânico paquistanês, escritor, cineasta e ativista político. Nasceu e criou-se em Lahora (então parte da Índia colonial), atual Paquistão, no seio de uma família comunista. Enquanto estudava na Universidade do Punjab, devido aos seus contatos com movimentos estudantis radicais e temendo por sua segurança, seus pais o enviaram à Inglaterra. Lá estudou ciências políticas, economia e filosofia em Oxford. Foi o primeiro paquistanês a ser eleito presidente do diretório central dos estudantes da universidade inglesa em 1965.

Sua notoriedade teve início durante a Guerra do Vietnã, quando manteve debates com personagens centrais, tais como Henry Kissinger. Conforme o tempo passava, Ali tornou-se cada vez mais crítico das políticas externas americanas e israelenses. Ainda na década de 60, fez amizade com figuras influentes como Malcolm X, Stokely Carmichael, Mick Jagger, John Lennon e Yoko Ono.

Publicou mais de uma dezena de livros sobre história e política internacional, além de várias novelas ficcionais. Seu livro mais recente é "The Obama Syndrome: surrender at home, war abroad", de 2010.

Na conferência que será ministrada em Fortaleza, cujo o tema é: “ Os Fundamentalismos e os desafios democráticos”, Tariq Ali fará uma explanação sobre a relação entre os fundamentalismos religioso, imperial etc, mostrando como estes interferem na disseminação de instituições e valores ditos democráticos.