sábado, 1 de setembro de 2012

GOVERNO DO ESTADO ENTREGA TÍTULOS DE PROPRIEDADE A PEQUENOS AGRICULTORES

Um dos maiores sonhos de qualquer agricultor é ter a propriedade da terra em que planta em seu nome, de papel passado como muitos dizem. Além de configurar que trata-se de um patrimônio seu, possibilita maiores facilidades ao crédito, a perspectiva de não deixar a família desamparada em momentos difíceis, entre tantos outros motivos.
 
Participei semana passada de um momento emocionante que foi a entrega de títulos de propriedade de terras pelo Governo do Ceará a mais de 26.000 novos proprietários em Morada Nova. Trata-se do maior programa de regularização fundiária já implantado no Brasil. Nesta etapa foram entregues os títulos dos municípios de Abaiara, Barbalha, Beberibe, Caridade, Itapipoca, Itarema, Milagres, Morada Nova, Russas, Salitre, Santa Quitéria, Tamboril, Solonópole e Tauá. Ao todo já foram entregues 53.000 títulos. E está previsto o cadastramento em 2014 de 260 mil imóveis em 15 milhões de hectares.
 
Talvez quem não conheça a realidade do sertão cearense; da história do conflito de terras; das desavenças acontecidas entre familiares e vizinhos; não vislumbre a dimensão desta conquista. Entretanto, quem vive o dia a dia de viver em um local em que não há garantia legal de sua permanência no local, de que pode trabalhar a vida toda em uma terra e poder a qualquer momento ser jogado fora sem nenhum direito por alguém mais esperto, aí pode realmente dimensionar o sabor de receber o tão cobiçado título de propriedade da terra.
 
Muito sangue já foi jorrado pela disputa de terras. Não são fatos tão distantes da realidade brasileira. No Ceará, com a regularização fundiária muitos conflitos serão dirimidos. Além do sonho realizado a milhares e milhares de famílias evidencia-se o reconhecimento do Estado do Ceará a um dos setores normalmente esquecido dos governantes: os agricultores. Passam a ser cidadão como eles dizem de "papel passado", como me afirmou a agricultora de nome Maria de Morada Nova. "Meu filho, isto é uma conquista danada de boa", concluiu.

O governador Cid Gomes tem feito muitas obras estruturantes relevantes. Contudo, atrevo-me a afirmar que dificilmente realizará maior obra social de relevância do que a regularização fundiária que vem implementando através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário/IDACE em todo o Estado do Ceará. É um trabalho que só está sendo realizado pela decisão firme do Governador Cid, que não poupou recursos nem esforços para vê-lo tornar-se realidade. E como temos sido cobrados para acelerar este processo. A cobrança é diária do secretário Nelson Martins. Que o diga o superintendente do IDACE Ricardo Duval (meu amigo e rival nas contendas futebolísticas).
 
Agora, ver a alegria nos olhos dos beneficiados, para quem trabalha no Governo do Estado, é como ver o trabalho de todos nós fazendo a diferença acontecer. Seguiremos em frente, pois momento como este que aconteceu, de ver a felicidade chegar com uma ação governamental, nos dá energia renovada para continuar a fazer acontecer os projetos para melhorar a vida do povo cearense.  260 mil imóveis cadastrados em 15 milhões de hectares. Valeu Governador Cid Gomes, secretário Nelson Martins, Ricardo Duval, enfim a toda a equipe pelo trabalho.