domingo, 29 de dezembro de 2013

E O 2013, COMO FOI?

Está chegando ao final de mais um ano em nossas vidas. Que bom que a expectativa de vida aumentou. Em tempos não tão remotos uma pessoa chegar a minha idade já seria uma exceção. E olhe que me considero ainda um "garoto". Divagações a parte, tive um ano com muitos motivos para comemorar.
 
Só o fato de vivermos um ano em saúde, com o compartilhamento de uma família maravilhosa, por si só já seria motivo de muita comemoração. Entretanto, vivi bons momentos neste 2013.
 
Foi neste ano que concluí MBA em direito tributário da FGV. Isto já merece uma comemoração grande. Aguardo apenas a aprovação de minha monografia para poder festejar muito, afinal foram muitas provas e horas de estudo. Também recentemente tive a notícia de provável chamada em concurso que fiz para o TCM. Outro belo motivo para celebrar.
 
Agora nem só de estudo vivi. Pude neste ano visitar a bela cidade de Viçosa do Ceará, a Gruta de Ubajara, o Parque de 7 Cidades. Passeios para lá de memoráveis, a quem aconselho a todos conhecer. Também fui a paradisíaca Jericoacoara, com seu por do sol, drinks saudosos e lagoas deliciosas.
 
Pude ouvir mestres do direito em Congresso em Belo Horizonte e da administração pública em Brasília. Além de excelentes palestras, possibilitou-se conhecer novos lugares nestas cidades.
 
Afora tudo isto, pude ver o Brasil do futebol em ação em pleno Castelão. E com belo show de nossos craques sobre o simpático México. De quebra assisti a partida entre Espanha e Itália, outro jogo memorável. Eita como foi bom demais.
 
Na área profissional, na Secretaria do Desenvolvimento Agrário, auferimos diversos louros como o Prêmio Ouro do Programa Gespública e mais recentemente alcançamos sua maior execução da história. E olhe que em 2014 deveremos bater nosso próprio recorde pelo que já está previsto e encaminhado.
 
Como se vê foram muitos bons momentos. Ainda tive o privilégio emocionante de ser homenageado pela minha cidade natal com o título de "benfeitor" de Quixadá. Portanto, de 2013, só posso é agradecer a Deus pelos maravilhosos momentos. E olhem que eu ia esquecendo de mencionar o antológico show de Paul McCartney, que ultrapassa qualquer comparativo em termos musicais.
 
Que 2014 venha com um bom inverno de chuva e alegrias para todos nós.