segunda-feira, 11 de outubro de 2010

ELEIÇÕES 2010 - 1o. TURNO - VITÓRIA DE CID E OUTRAS MAIS



Pude nestas semanas de campanha política participar de muitas atividades seja na discussão e elaboração do plano de governo de Cid Gomes, bem como de participar de inúmeros comícios e reuniões. Nossa equipe visitou praticamente todas as casas de Quixadá mostrando as propostas de nossos candidatos. Foi uma campanha árdua com muitos ataques pessoais à figura do governador. No final, prevaleceu o bom senso da população. Reelegeu Cid com maioria bastante considerável. Ele poderá tocar as inúmeras tarefas iniciadas como a implantação das policlínicas, dos hospitais regionais, do cinturão digital, das adutoras, das novas delegacias, dos CEOs, do Centro de Feiras, das obras de infra estrutura para a Copa do Mundo, entre tantas outras.

A população teve o discernimento de escolher um representante capaz de enfrentar os grandes desafios que se portam diante do Estado do Ceará. E acredito que ele irá cumprir e suplantar os obstáculos, colocando nosso Estado em uma estrada sólida de desenvolvimento.

Quanto ao Senado tivemos a disputa acirrada com a decisão acontecendo nos últimos dias. Não resta dúvida que a participação de Lula foi importantíssima para a vitória de Pimentel e Eunício. Este último conseguiu fazer uma campanha extremamente competente, aproveitando os espaços oferecidos erroneamente pelos adversáario. Todos apostavam que Eunício seria o terceiro colocado. Surpreendeu e chegou em primeiro. Até em Quixadá foi o vitorioso, desbancando Tasso e Pimentel.

Nos deputados federais tivemos poucas surpresas. O deputado que apoiei, Domingos Neto, foi o mais votado do Ceará, tendo também uma votação significativa em Quixadá. Mais de 5.000 votos, tornando-se o deputado, apoiado por um grupo oposicionista, mais votado das últimas eleições. Além do mais enfrentou um candidato natural da Terra dos Monólitos, o que tornau a eleição nais dificil. A meta que buscamos inicialmente foi superada. Bom alento para o futuro.

Quanto aos estaduais em nossa terra, tivemos o decréscimo de votos da candidata Rachel. Já era esperado devido ao desastre administrativo da Prefeitura. A ausência da deputada em nossa cidade e sua peculiar ausência de carisma contribuiram para a minoração dos votos. Fato a considerar é que a soma dos deputados estaduais votados por oposicionistas (Osmar, Zezinho Albuquerque, Camilo Santana, Roberto Cláudio, Cirilo, etc) é bem superior aos votos dados à candidata situacionista. Desenha-se que uma união bem feita das oposições em 2012 pode ser decisiva para as eleições vindouras. Entretanto, isto é apenas um cenário extraído do pleito. Vamos aguardar o que vem por aí. 

Acompanhei a cobertura das eleições em minha residência(fotos), cercado de amigos e amigas. Com o desenrolar das apurações pude ver nossos candidatos eleitos ou reeleitos. Sobrou alegria e cerveja. Faltou a Dilma é bem verdade. Mas temos nova chance no final do mês.