domingo, 17 de outubro de 2010

SABEDORIA POR MICHEL DE MONTAIGNE

"É necessário aprender a sofrer o que não há como evitar. Nossa vida, como a harmonia musical dos mundos, é composta de elementos contrários e tons variados: doces e estridentes, agudos e surdos, frágeis e graves. Que partido deles tiraria o músico que gostasse de uns e renegasse os outros? Cumpre-lhe empregá-los todos e misturados. Assim devemos fazer com os bens e os males que são parte integrante de nossa vida; nosso ser só é possível com essa mistura.

Grande é tudo o que é suficiente; e há mais elevação em amar as coisas comuns que as eminentes. Nada é tão legítimo e bonito como desempenhar o papel de homem [ou mulher] em todos os seus aspectos." (Michel de Montaigne, Ensaios, p. 375 e 392)