terça-feira, 2 de dezembro de 2008

CRACK, DROGAS EM QUIXADÁ


O jornal Diário do Nordeste prestou um grande serviço a nossa cidade de Quixadá, ao denunciar o comércio ilegal de drogas no bairro Campo Velho. Não é de hoje que isto acontece. Já faz anos que a Polícia sabe da situação periclitante das drogas em Quixadá e não toma uma atitude enérgica. Encontramos diariamente pessoas que estão viciadas no consumo de crack, cocaína e outras. E isto vem aumentando. Interessante é que praticamente a cidade toda sabe onde se vende as drogas e a polícia não toma nenhuma atitude. É bem verdade que tivemos alguns delegados que se preocupavam com o som dos carros(e deve se preocupar mesmo), mas se esquecia de todo o resto. Enquanto isso famílias são destroçadas pela droga. Vidas e vidas de conhecidos, amigos e colegas estão sendo destruídas. Todos nós conhecemos diversas pessoas que sucumbiram ao canto das sereias das drogas. E assim destruiram suas vidas. Quero parabenizar o jornalista Alex Pimentel por chamar a atenção para este grave problema de Quixadá e de nosso país. Que esta atitude de alerta denunciada no jornal não seja esquecida pelas autoridades competentes e por todos nós. É hora de se discutir abertamente na sociedade este gravíssimo problema.