terça-feira, 2 de junho de 2009

ORIGEM FESTA PULA FOGUEIRA - QUIXADÁ(CE)

Está chegando o mês de junho e iniciando-se os preparativos para as festas juninas. A Festa Pula Fogueira, que é a maior festa turística de Quixadá, deve acontecer com o mesmo brilho dos 12 anos anteriores. Assim é o que espero. Não pode haver descontinuidade com uma festa desta magnitude para a cidade, seja pelo aspecto econômico, turístico e de lazer.
Mas como foi que surgiu esta festa ? Era o ano de 1993 e tinha assumido uma nova gestão à frente da prefeitura. As idéias era muitas e foi nesse clima que apresentei a proposta de realizarmos uma grande festa de São João. Tinha visitado Campina Grande e visto a grandiosidade da festa. E achei interessante que o São João de Campina tinha se transformado naquela festa maravilhosa com poucos anos de existência. Podíamos fazer uma festa do mesmo tipo, afinal no Ceará nenhuma cidade trabalhava este tipo de evento profissionalmente e tínhamos as melhores bandas de forró(na época do grupo Mastruz com Leite). Na época ocupava o cargo de secretário da recém criada Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto. Tínhamos realizado um grande carnaval e conseguimos o apoio do prefeito e da gestão para trabalharmos a festa junina.
Um fato porém atrapalhou: a grande seca que assolou nosso estado. Não pegava bem fazer uma grande festa naquele momento. Então resolvemos iniciar de forma mais modesta.
Contratamos bandas locais; organizamos o festival de quadrilhas adultos; fizemos uma parceria com a Escola José Jucá, para o festival infantil que ela organizava fosse na praça; e a festa ficou quase pronta. Faltava o nome dos festejos. A equipe da secretaria composta por mim, Vicente, Rinaldo, Júlio César, Rogério, Freitinhas e Tetê não conseguiu ter criatividade. Foi aí que circulando pela secretaria de obras encontrei o técnico em desenho Inácio Braúna (hoje mora em Limoeiro) e ele nos deu falou - "Por que não Festa Pula Fogueira ?" - E foi imediatamente aceito. Lembro que ele ainda contribuiu desenhando o primeiro cartaz da festa.
Chegou o grande dia de festa. O prefeito não compareceu e eu tive que fazer a abertura. Foi um grande público. As quadrilhas se apresentaram brilhantemente na Praça Coronel Nanan. O povo dançou que se esbaldou no asfalto.
Um fato interessante da festa foi o sufoco que passamos quando do início do festival de quadrilhas adulto. Iniciava-se a apresentação de Morada Nova (era campeã cearense) e no momento de sua entrada nos entregou uma fita para ser colocada no som com o roteiro musical de sua coreografia. Nós não sabíamos disso e tínhamos colocado a banda do Dom Ratinho para acompanhar as quadrilhas. E o Chinês(Black Banda) não tinha trazido tape-deck para rodar a fita. A quadrilha disse que não se apresentaria. Foi um sufoco mas conseguimos resolver. Arranjamos um pequeno gravador, colocamos a fita e um microfone sobre ele. E aí a quadrilha nos brindou com uma linda apresentação. Tirou o 2o. lugar no festival, sendo superada pela quadrilha de Caio Prado - Arraiá Luís Bezerra.
Estava criada a grande festa Pula Fogueira. No outro ano mudamos a festa para a praça José de Barros e ano após ano a festa foi se agigantando até os dias atuais.
foto edgardo: Eu e o mestre Dominguinhos na Festa Pula Fogueira