domingo, 28 de junho de 2009

ÁFRICA DO SUL E A COPA DAS CONFEDERAÇÕES


Hoje me emocionei ao assistir o jogo de nossa seleção. Não é para menos pois o jogo foi para nervos à flor da pele. Outros fatores mexeram com meu emocional. Um deles foi ver nossos jogadores se comportarem como uma verdadeira equipe. Eles estão muito unidos. Em função disso, superaram as dificuldades e o resultado positivo veio. Praticamente todas as vezes que conseguimos montar um grupo assim chegamos ao título. Talvez seja um bom presságio para a Copa do Mundo de 2.010. O Lúcio encarnou a alma da seleção nestes últimos jogos. Fantástico.

Outra questão a me emocionar foi a alegria do povo da África do Sul. Cantavam, dançavam, festejavam a vida, festejavam a liberdade, festejavam os desafios de seu país. Alguns anos atrás esta alegria estava adormecida e o ódio tomava conta de seus habitantes. A luta de seu povo representada por Nelson Mandela fez a transformação acontecer. E o país renasceu. Todos pudemos sentir a alma do povo da África do Sul florescer novamente. Deveras emocionante.

Nelson Mandela escreveu muito nos anos em que esteve preso. Uma das suas cartas termina na forma abaixo, mostrando que ele nunca perdeu a esperança de ver seu povo deixar de pegar o "trem da liberdade" para Zimbabue. A liberdade seria em sua própria terra. Vejamos o trecho final da carta.

" Esperemos todos que as escuras nuvens do preconceito racial passem logo e que a densa névoa da incompreensão se dissipe de nossas comunidades encharcadas de medo, e que num amanhã não muito distante as estrelas radiantes do amor e da fraternidade brilhem sobre nossa grande nação com toda sua beleza cintilante." (Martin Luther King)