quarta-feira, 25 de novembro de 2009

POESIA "QUIXADÁ"


Recebi o novo número do informativo da AFAQ (Associação dos Filhos e Amigos de Quixadá). De excelente qualidade e mostrando as notícias da associação e do nosso Quixadá. Transcrevo poesia de autoria de Valeska Capistrano, escritora membro da Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará.


QUIXADÁ


Valesca Capistrano


Terra da Galinha Choca
Que quieta e paciente observa seus filhos
Que mesmo indo longe voltam um dia
Para sob suas asas se aninhar

Terra das pedras
Que nos esquenta o dia
Mas que a noite esfria
Para termos motivos para nos abraçar

Terra do Açude do Cedro
Que é sonho concreto de um imperador
Que já não queria mais ver seu povo
Sofrimento algum passar

Terra de Raquel de Queiroz
Que através de seus escritos
Fez o mundo conhecer a dor e valentia
De uma gente que na aridez do sertão
Ainda insiste em ficar

Terra dos ventos longínquos
Que faz como num milagre
O homem criar asas e voar
Terra dos objetos voadores
Que transcedem o científico
e atiçam ainda mais
O imaginário popular

Terra da Pedra do Cruzeiro
Que vista de qualquer ponto da cidade
Lembra que Deus existe
E lá está para abençoar

Terra de grande amigos
Onde nunca mesmo estando longe
Não hei de deixar.