domingo, 4 de outubro de 2009

NOTA DE PESAR - SEU ANTÔNIO

Aqui em Fortaleza, na cidade 2.000, existe um espaço de encontro de amigos chamado "Bar do Bigide". O proprietário vem lá do Quixeramobim e suas histórias divertem a todos. É um espaço de divertimento, relato de histórias engraçadas e bate-papos sempre regados a cervejinha e bom humor. Por lá circulam os mais diversos personagens. Sem dúvida, é um espaço de novas amizades e para se tirar o stress. Circulo por lá raramente em virtude dos compromissos mas já me tornei um frequentador reconhecido. Reproduzo aqui a nota de pesar que circula pelo "Bigode News", instrumento de comunicação dos frequentadores do espaço etílico e e anti-stressante. Manifesto meu pesar pelo falecimento do Sr.Antônio, que pude conhecer e ter um rápido convívio. Era uma pessoa calada e que se divertia muito com as histórias ali contadas. Quando exercia a fala era com muita sabedoria. Minhas condolências a sua família, em especial ao seu filho Everardo.

Seu Antonio Pesar – de Barbalha o Cariri nos mandou Seu Antonio, nome que lhe deram seus pais, de certo em homenagem ao glorioso Santo Antonio, padroeiro de sua terra-berço. De pouca conversa, quieto, atento observador, mais auditivo que visual. Muitas histórias pra contar do alto dos seus 81 anos de sabedoria – mas preferia ouvir. Com intervenções pontuais, sempre precisas, arrematava o assunto em pauta em meio à atenção de todos. Seu Antonio “é” nosso oráculo-mor. Era assim o Seu Antonio Lima. Ontem, 3, ao cair da tarde, seu primogênito Everardo, como todos, lamentando o estado de saúde do pai, revelou: “Papai viveu muito feliz esse último ano ao lado de vocês da Confraria. Ele readquiriu o prazer de viver.” Partiu no transcorrer da madrugada deste domingo, 4, para juntar-se à Dona Teresa Batista, sua amada, que fora antes. Saudades, e muitas, dos filhos Evânio, Everardo, Everson, Teresa, Duda e Mana. Netos e afins também. Um vazio sem reposição provocou no seio da Confraria Bigodeana – ausência física perpétua de já sentida e prateada por todos os confrades e confreiras. Nossa mais sincera expressão de solidariedade cristã.