segunda-feira, 12 de outubro de 2009

LOCALIZAÇÃO BAR DO BIGODE E ORIGEM DA PALAVRA BIGODE


O famoso "Bar do Bigode" possue como sua característica principal o informalismo e o encontro de cidadãos das mais diversas atividades para bate papos, curtindo uma cerveja. Entre seus frequentadores principais, o "homem do marketing" do espaço, está o Dr. Ricardo Machado, lá das paragens da bela cidade de Quixeramobim, nossa vizinha. Ele criou o meio noticioso "bigode news". Em sua última exibição apresentou a origem da palavra bigode, que abaixo reproduzimos.

Bigode = É o conjunto de pêlos faciais humanos, localizados entre o nariz e o lábio superior e é comum ser preservado por alguns homens junto ou não de uma barba. Também ocorre em mulheres que, em sua maioria, optam por raspá-lo. Historicamente, pode dizer-se que o bigode é um traço facial que tende a identificar diferentes culturas. Na sociedade ocidental o bigode caiu em desuso nas últimas décadas, sendo substituído por uma crescente exigência de limpeza visual. Não é despropositado dizer que a sociedade global associa o bigode a alguns fenómenos sociais que não dependem da geografia. Motoqueiros e toureiros são, por vezes, associados ao uso do bigode. Teve grande importância na sociedade do século XIX e primeira metade do século XX. A utilização demonstrava ostentação sócio-económica e tinha uso quase que obrigatório entre os homens de grande importância no período acima citado.

Etimologia - Os enormes bigodes que os germanos costumavam usar na Idade Média chamaram a atençao dos habitantes da Península Ibérica, como também os juramentos e as imprecações que aqueles bárbaros proferiam. Com inusitada freqüência, os germanos exclamavam ‘bi God!’, ‘por Deus!’ Mais que um juramento, era uma mera interjeição. Sem entender o que aquelas palavras significavam, os ibéricos começaram a chamar ‘bigod’ os homens bigodudos até que, com o tempo, a palavra já aportuguesada como bigode passou a designar o apêndice peludo. Muitos acreditam que bigode chegou a nossa língua durante o Império de Carlos V da Alemanha (Carlos I da Espanha), com o forte contingente germânico que entrou nessa época na Península Ibérica. Embora a etimologia pareça suficientemente comprovada, não é certo que tenham sido os germânicos que trouxeram a palavra. Carlos V governou o Império em começos do século XVI e no século XII, na França, já se chamavam ‘bigod’ os normandos. Daí surgiu a dúvida sobre se esta voz foi trazida pelos germanos ou pelos franceses.
Bar Bigode - Localização: A sede do Conglomerado Bigodeano está localizada no Largo do Bigode (Avenida Central Oeste, 39-A – Cidade 2000 – Fortaleza-Ceará-Brazil - CEP.: 60.190-611). Em caso de escassez de inteligência espacial, segue de forma mais detalhada: o Bar do Bigode, empresa-mãe da Holding Bigodeana, situa-se no entorno da praça principal da Cidade 2000, frente poente, ao lado da casa gastronômica “Boi nos Ares”, em diagonal-noroeste com o imóvel que abriga o 15º Distrito Policial - Altitude: 25m - Latitude: 3° 44' 58'' sul - Longitude: 38° 28' 16'' oeste - Velocidade do vento (na esquina): 7m/s - Temperatura média: 28° C - Umidade relativa do ar (média): 70%
Modelo foto: Charlos Bronson

Contatos para encomendas, reservas, agendamento de palestras e outros Endereço eletrônico (email): confraria.bigodeana2000@yahoo.com.br Unidade móvel de telefonia: (85) 8641.4487 Veículos eletrônicos participantes - http://www.pelosbaresdavida.com.br/ (Altino Farias) - http://singularevista.blogspot.com/ (Eliezer Rodrigues) - http://cristianogoes.blogspot.com/ (Cristiano Goes) - http://www.drzem.blogspot.com/ (Ricardo Meira)