sexta-feira, 9 de outubro de 2009

ÚLTIMAS DOS MONÓLITOS

Finalmente a SEMACE resolveu liberar a construção das instalações do Campus da Universidade Federal do Ceará nas cercanias do Açude Cedro. Se tivesse havido bom senso dos gestores de Quixadá, esse atraso teria sido evitado. Não houve diálogo com os ocupantes da área, aí deu nisso. Ainda bem que foi resolvido com as devidas adaptações do projeto.
---------------------------------------------------------------------------
Outra notícia que surpreende é a imposição feita aos agentes de trânsito de que eles teriam que ter uma quota de multas para cumprir. Em caso contrário seria descontado do salário. Se as pessoas já reclamam das multas, imagine agora. Pense numa decisão que dá dando o que falar. Pelos relatos sobre uma sessão que abordou o assunto na Câmara Municipal, foi de arrepiar a audiência.
---------------------------------------------------------------------------
Dentro de muito em breve será implantado o programa "Ronda do Quarteirão" em Quixadá. A cidade aguarda com expectativa. Seria interessante também uma nova delegacia. A atual não tem a mínima condição para um trabalho decente dos policiais civis.
----------------------------------------------------------------------------
Conhecido personagem boêmio da cidade de Quixadá levou uma tremenda pisa da esposa ao ser flagrado com outra em frente a uma escola. Foi um auê. Depois da pisa, ele ainda teve que vir a pé do bairro Campo Novo para sua casa, pois a esposa tomou-lhe o carro. Ele não registrou queixa na delegacia. Também não existe a lei "Paulo da Peia". Aguenta.
----------------------------------------------------------------------------
A terceirização da limpeza urbana de Quixadá deixou muita gente com barba de molho. A licitação ainda não foi publicada no site do TCM. Teria sido dispensada. A justificativa seria o estado de calamidade pública da cidade. O motivo teriam sido as enchentes. Pense numa desculpa esfarrapada. O nome da empresa contratada e o proprietário não foi divulgado ainda. A justificativa de dizer que será mais barato ou que não entrará no cálculo de pessoal não procede. Terceirizar é bem mais dispendioso. Basta comparar os números. Aguarde. Quanto à diminuição da folha não existe, a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) exige que atividades fins, quando terceirizadas, sejam incluídas no cálculo dos limites legais de pessoal.
-----------------------------------------------------------------
Vem ai Vaquejada também e festa do Muído em Quixadá. Ontem teve Luís Marcelo. Pense em uma cidade festeira e alegre.
-----------------------------------------------------------------
Os promotores dos blocos de carnaval já estão começando a se movimentar em promoções. E aí, será que vai ter mesmo carnaval ? E se tiver vai ser do jeito que aconteceu o último, em total desorganização e sem atrações ? Aí fica dificil de vender abadás. Vamos acreditar que pode ser que tenham aprendido a lição e resolvam promover uma bela festa.