quarta-feira, 19 de agosto de 2009

PT PERDE MARINA SILVA


O PT perdeu hoje um de seus quadros mais importantes: Marina Silva.

A parlamentar, que tem uma história das mais belas e emocionantes, está em seu segundo mandato no Senado Federal, com duração até 31 de janeiro de 2011. O primeiro mandato da senadora começou em fevereiro de 1995. De janeiro de 2003 a maio de 2008, ela esteve licenciada do Senado para assumir o Ministério do Meio Ambiente, de onde saiu no dia 13 de maio de 2008, retornando à Casa. Eleita para o Senado pela primeira vez, aos 36 anos, pelo Partido dos Trabalhadores (PT), como representante do Acre, Marina Silva foi a senadora mais jovem da história da República, e a mais votada no Estado, com 42,77% dos votos válidos. Derrubando velhos caciques da política regional e rompendo com uma antiga tradição no Acre pela qual só chegavam ao Senado ex-governadores ou grandes empresários.

A biografia de Marina Silva fez com que ela fosse escolhida pelo jornal britânico The Guardian, em 2007, uma das 50 pessoas em condições de ajudar salvar o planeta. Mas sua lista de premiações e reconhecimentos nacionais e internacionais é longa. Entre muitos outros, ela recebeu o prêmio "2007 Champions of the Earth", o maior prêmio concedido pelas Nações Unidas na área ambiental. No dia 29 de outubro de 2008, a senadora recebeu das mãos do príncipe Philip da Inglaterra, no palácio de Saint James. em Londres, a medalha Duque de Edimburgo, em reconhecimento à sua trajetória e luta em defesa da Amazônia brasileira - o prêmio mais importante concedido pela Rede WWF. Em junho de 2009 recebeu o prêmio Sophie, por seu trabalho em defesa do maio ambiente, oferecido pela fundação norueguesa Sophie, criada pelo escritor norueguês Jostein Gaarder, autor do best seller "O Mundo de Sofia".

Estive com Marina Silva(foto) em duas oportunidades. Na última, em debate promovido pela Confederação Nacional dos Municípios, defendeu a necessidade de uma agenda ambiental para os municípios brasileiros. Falando para uma platéia de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores arrancou muitos aplausos pela ênfase na defesa de um desenvolvimento sustentável para o Brasil. É um doce de pessoa, mas sempre firme na defesa de seus ideais.

A saída dela do PT representa perda de parte da alma do partido que ajudou a fundar.