terça-feira, 9 de março de 2010

LINDSEY VONN - MULHERES BELAS E ESPECIAIS


Mais uma bela desportista para nos deixar de queixo caído. Esta simpática esquiadora encantou nas disputas da olimpíada de inverno de Vancouver, tendo ganho uma medalha de ouro e outra de bronze. Segue abaixo um pouco de sua trajetória.

Lindsey Vonn (nascida em Saint Paul, Minnesota, 18 de outubro de 1984) é uma esquiadora profissional estadunidense.

Em 2008, Lindsey Vonn ganhou o título geral da Copa do Mundo de esqui alpino, tornando-se, ao lado de Bode Miller, os dois primeiros norte-americanos a ganharem o título geral da competição juntos depois de 25 anos, quando Tamara McKinney e Phil Mahre venceram em 1983. Foi também campeã geral no downhill, fazendo desta sua primeira grande temporada na carreira.

Em 1999 foi a primeira esquiadora dos EUA a vencer o Italy's Trofeo Topolino (para os esquiadores de idade 11-14), onde venceu a prova de slalom. Fez sua estréia Olímpica em 2002, nos Jogos Olímpicos de Inverno de Salt Lake City, onde disputou o slalom e o combinado, tendo o seu melhor resultado uma sexta colocação. Em 4 de março de 2003 ela ganhou uma medalha de prata nas descidas do Campeonato Mundial Júnior em Puy St Vincent, França.

Em 24 de março de 2004, Vonn foi medalhista de prata nas descidas do campeonato Alpino dos EUA, realizado em Jackson, Wyoming. Em dezembro do mesmo ano Vonn alcançou a primeira vitória na Copa do Mundo após vencer o downhill em Lake Louise, Alberta. Ela ainda levaria mais cinco pódios na Copa do Mundo ao longo dos próximos dois meses. Em seu segundo Jogos Olímpicos de Inverno, em 2006, Vonn sofreu uma queda quando fazia uma descida em San Sicario, Itália, foi socorrida e levada de helicóptero para Turim, sendo internada durante a noite. Apesar de lesionada no quadril, ela voltou a competir no dia seguinte e terminou em oitavo lugar.

No campeonato mundial de 2009, disputado em Val-d'Isère, na França, Vonn se tornou a primeira norte-americana da história a ganhar uma medalha de ouro na prova do Super-G e depois de ser desclassificada no Super Combinado, obteve a medalha de ouro no Downhill. Quando comemorava a conquista de sua segunda medalha de ouro, uma garrafa de champagne estourou em sua mão, cortando o tendão do seu polegar. Após uma cirurgia de emergência, ela acabou não disputando a prova de Slalom, mas com uma proteção que pesava quase dois quilos na mão, participou do Slalom Gigante, onde sofreu uma pequena queda na segunda descida e não teve mais chances de medalhas na competição.

Vonn se recuperou rapidamente do incidente, voltou a vencer provas de Super-G pela Copa do Mundo e no dia 11 de Março garantiu a conquista do título de campeã geral por antecipação, após terminar o Downhill na primeira colocação, modalidade que também foi campeã assim como no Super-G, ela se tornou também a primeira norte-americana na história a conseguir dois títulos da Copa do Mundo de esqui alpino.

Em 2010 Vonn começou bem sua caminhada para manter o título na Copa do Mundo de Esqui Alpino, obteve nove vitórias sendo que na etapa de Haus im Ennstal foram três triunfos consecutivos, feito inédito na sua carreira. Lindsey Vonn conquistou o título geral do Super-G com antecipação e chegou com status de favorita nas Olimpiadas de Inverno de 2010, onde logo em sua primeira prova, o Downhill, levou a medalha de ouro, primeiro ouro olímpico de sua carreira, além de um bronze na prova do Super-G.