segunda-feira, 27 de abril de 2009

O ESCAFANDRO E A BORBOLETA


Esta semana pude assistir ao filme "O Escafandro e a borboleta". Um bom filme sempre traz de presente uma mensagem para nossas vidas. A trajetória do personagem real da película nos mostra que o mais importante em nossa vida não é o poder, a riqueza, as vitórias, etc. Importa primordialmente as coisas simples, o contato com a família, o abraçar de um filho, a palavra de um pai, a ação de sua mulher. É um filme para analisar a nossa trajetória a partir da vida de Jean-Dominique Bauby.

Ele era um homem de sucesso, redator famoso da revista ELLE francesa, pai de três filhos e que vivenciou um romance fora do casamento. De uma hora para outra foi vítima de um AVC, que o deixou lúcido intelectualmente, mas paralisado por completo, só podendo respirar e comer por meios artificiais e mover o olho esquerdo. Seus contatos com sua família, o abandono da amante, a relação com os amigos, a avaliação de sua vida, tudo isto é abordado no filme, mostrando a beleza da vida e suas variações. Apesar das dificuldades de comunicação consegue escrever um livro, que é o tema do filme. Vale a pena conferir. Um filme especial.